Os juros e o carnaval da especulação


especulacao41126

Desde ontem, terça-feira (16), o Comitê de Política Monetária (Copom) está reunido para discutir o índice da taxa Selic, que hoje está em 7,25%. A expectativa com os resultados dessa reunião está mobilizando os diversos setores da sociedade, a Rádio Vermelho apresenta a opinião do presidente do PCdoB, Renato Rabelo e do professor de Economia da Universidade Municipal de São Caetano do Sul Volney Gouveia sobre a campanha dos juros

Joanne Mota, da Rádio Vermelho com informações da TVT

O economista explicou que no ringue dos juros observamos de um lado o mercado e de outro o governo e a sociedade civil. “O mercado de alguma forma clama por juros mais altos, principalmente aqueles setores vinculados ao mercado financeiro, que dependem dos juros altos para obter ganhos. Ou seja, o que se esconde por trás disso é um interesse maior, que é exatamente garantir o retorno desses fundos de investimentos, que estão de alguma forma atrelados aos títulos do governo, que são remunerados pela taxa Selic”, esclareceu o economista.

Por outro lado, Goveia acrescenta que esse posicionamento não interessa nem ao governo e nem à sociedade civil. “Estes dois setores entendem que aumentar os juros pode implicar na redução da produção no aumento do nível do desemprego, numa diminuição do ritmo de crescimento do país”.

O economista ponderou que “a cada ponto percentual hoje aumentado na taxa Selic há um impacto na contas públicas de algo em torno de 10 a 20 bilhões de reais. Ou seja, falamos aqui de um Bolsa Família, de 46 milhões de pessoas que poderiam ser beneficiadas com políticas públicas, que deixariam de ser em razão do aumento dos juros”. E completa: “enfrentar a inflação aumentando os juros e assim o desemprego não é o melhor caminho para àqueles que dizem temer a crise”.

Opinião do PCdoB

Durante o programa Palavra do Presidente, Renato Rabelo, pontuou que a atual campanha pela alta dos juros tem como principal porta voz a mídia conservadora e disparou “eles querem juros altos porque foi com essa receita que a especulação ganhou muito no Brasil”.

Segundo ele, “a inflação sempre será motivo de preocupação, basta lembrar o que a inflação nos anos 80 e 90, e saber que quem mais perde é o povo, os assalariados. Porêm, o que está em jogo hoje é disputa política, daí esse carnaval feito pela direita e pela mídia em torno da inflação”.

Ouça reflexão na íntegra

O que você achou desta matéria?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.