Taxa de juros, ordem pública e incertezas


O discurso da contenção de gastos públicos serve somente para abarcar uma parcela do orçamento da União. O frenesi antidesenvolvimentista não atinge os interesses do sistema financeiro sobre o nosso orçamento. Esse é apenas um dos raciocínios passiveis de argumento para explicar a febre neoliberal posta adiante pelo braço midiático do capital rentista como forma de legitimar a ação do outro braço, institucional, desta classe: o Banco Central do Brasil.

Daí a taxa de juros subir de 9,5% para 10% não ser nenhuma surpresa. Para fins orçamentários é bom anotar que a cada 1% de aumento da taxa SELIC aumenta-se em R$ 12 bilhões a fatia anual do erário público voltado ao pagamento das obrigações da dívida pública. No mês de abril esta taxa estava em 7,5%. Constitui-se assim um verdadeiro dumping capitaneado pelo próprio Estado ao seu próprio orçamento. Trata-se de uma questão de ordem pública que vai na contramão dos anseios de milhares de brasileiros que foram às ruas no mês de junho.

O estrago que a continuidade desta ação proporciona ao futuro do país não é menor. Incertezas sobre o nosso futuro se refletirão sob a forma de mais timidez por parte de empresários nacionais para tocar adiante novos investimentos. O país deixa de crescer e se incapacita para responder profundos desafios internos e externos.

A macroeconomia do antidesenvolvimento proscreve qualquer tentativa de planificação de médio e longo prazo. Na ponta do processo a manutenção de uma taxa de investimentos da ordem de 18% do PIB apenas serve para que o “fantasma” da inflação continue a “assombrar” o país no médio e longo prazo: sem expansão da oferta, é impossível criar condições para um desenvolvimento sem pressões inflacionárias. Sem expansão da oferta estão garantidos os interesses do capital financeiro em detrimento dos trabalhadores e do capital produtivo.

O problema é financeiro, orçamentário, estratégico e, sobretudo, político.

O que você achou desta matéria?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.