Desmentindo boatos: PAC 2 já concluiu 95% das obras previstas


Importante alavanca para a expansão da infraestrutura brasileira durante o Governo Dilma Rousseff, o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) concluiu, até maio de 2014, 95,5% das ações previstas para a sua segunda fase (PAC 2, entre 2011 e 2014), e executou 84,6% do orçamento previsto. Os empreendimentos totalizaram R$ 675,8 bilhões em obras concluídas.

A presidenta Dilma Rousseff avalia que um novo ciclo histórico está sendo gestado “pelos programas e projetos que estão em andamento, como o PAC, o Minha Casa Minha Vida, o Pronatec, o Ciência sem Fronteiras e os grandes investimentos em infraestrutura”, conforme afirmou durante a convenção do PT, ocasião em que foi indicada candidata à reeleição.

Iniciado em 2007, durante o governo do presidente Lula, o PAC proporciona pela primeira vez no Brasil um conjunto grande de ações executadas de forma coordenada e integrada, proporcionando um salto na gestão pública brasileira e na capacidade de o setor público dirigir ações na área de infraestrutura.

Segundo o Secretário Nacional do PAC, Maurício Muniz, o programa é importante para o crescimento do Brasil, pois eleva a competitividade do País e melhora a qualidade de vida das populações urbana e rural.

“O PAC garante condições essenciais para o desenvolvimento das cidades brasileiras, pois atua em áreas fundamentais: infraestrutura elétrica, necessária para a disponibilidade de energia; infraestrutura logística, importante para o crescimento do país; e social, decisiva para melhorar a condição de vida das pessoas”.

O programa possibilitou ao Brasil a evolução no planejamento e na execução de obras de infraestrutura. “O Governo Federal estabeleceu um conjunto significativo de ações, de metas e de obras em todos os setores da infraestrutura e dá transparência a essas informações para a sociedade de forma geral”, disse Muniz, lembrando que os dados do PAC fazem parte da Transparência Ativa do Governo Federal e estão disponíveis em http://www.pac.gov.br.

Foto: Divulgação/ Blog do Planalto/ Junho - 2014

Números expressivos
Entre as 40 mil ações executadas no âmbito do PAC, destacam-se a duplicação e adequação de 2.203 km e a pavimentação de 3.050 km de rodovias; 1.288 km de ferrovias; a geração de mais de 20 mil MW de energia; a construção de 17 mil quilômetros de linhas de transmissão de energia; a conclusão de 2.584 empreendimentos de saneamento, beneficiando a população de 63% dos municípios brasileiros.

Além disso, também foram aplicados R$ 285,3 bilhões em financiamento habitacional; realizadas 28 obras de mobilidade urbana – das quais 14 já estão concluídas; 24 empreendimentos em aeroportos; concluídos 16 terminais hidroviários; 3,4 milhões de moradias foram contratadas pelo programa Minha Casa Minha Vida e mais de 15 milhões de pessoas estão sendo beneficiadas no âmbito dos programas Água e Luz para Todos.

Crescimento continuado
No PAC 1, lançado em 2007, durante o governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a execução é de 94,1% dos R$ 657,4 bilhões previstos. As obras concluídas alcançaram o valor de R$ 444 bilhões, equivalente a 82% dos investimentos previstos. Em ambos os casos, a maior parte dos empreendimentos estão concluídos ou em execução – pelo fato de se tratar de obras de grande vulto, com execução plurianual – e seguem gerando empregos.

Estímulo ao emprego e à renda
O emprego na área de infraestrutura cresceu o dobro do crescimento do emprego total no país desde o lançamento do PAC, em 2007. Enquanto o emprego total cresceu 4,2% ao ano, o emprego em infraestrutura cresceu 8,5% ao ano. Os investimentos em infraestrutura impactaram também na renda do trabalhador: houve elevação de 10,4%, em termos reais, do salário médio daqueles que trabalham na área de infraestrutura, aumentando seu poder de compra.

1 comentário

O que você achou desta matéria?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.