Dois em cada três brasileiros dizem “NÃO” ao retorno do PSDB


O recado dado pelos brasileiros nas urnas foi claríssimo: mais de dois terços dos eleitores votaram contra o retorno à antiga política tucana representada pelo candidato Aécio.

VAMOS ENTENDER POR QUE?

Quando o PSDB do Aécio governava, o Brasil chegou a ser o segundo país com mais desempregados em todo o mundo.
Hoje, graças ao governo Dilma, a situação é bem diferente. A geração de emprego bate recordes, o desemprego é o segundo menor da história e o país vive praticamente uma situação de pleno-emprego, algo que, antigamente, parecia impossível.

Quando o PSDB do Aécio cuidava da Petrobras, no final de 2002, a empresa valia US$ 15,4 bilhões. E eles queriam vender de qualquer maneira. Chegaram a denominá-la PETROBRAX (sabia disso? ). Hoje, no governo Dilma, a empresa vale dez vezes mais. E com a inédita exploração do pré-sal e a lei sancionada por Dilma, virou fonte de investimento para melhorar a saúde e a educação.

Quando o PSDB do Aécio governava, foi aprovada uma lei proibindo o governo federal de investir em escolas técnicas. Hoje, graças aos governos Lula e Dilma, a educação é prioridade: o número de universitários cresceu 100%, e mais de 8 milhões de brasileiros já se matricularam no Pronatec.

PARA NUNCA ESQUECERMOS

Terceira geração de uma família onde os homens são políticos a vida toda, Aécio já declarou que, em seu governo, retornará às “medidas impopulares” tradicionalmente adotadas. Ou seja: apertará salários, aumentará preços, elevará juros, reduzirá investimento social e empregos.

Com a memória dos arrochos, desemprego, juros a 45% e inflação a 12% dos governos tucanos, o povo brasileiro foi às urnas exercer seu direito de dar um sonoro “não” ao retrocesso. “Indicar o Armínio é um complicador pra ele, porque foi no período em que ele era ministro que a inflação era muito superior da política de metas. Em 2001 foi a 7,7%, 2002, foi a 12,5%. Foi também na gestão do Armínio Fraga que tivemos a maior taxa de juros: de 45%. Isso é uma coisa muito complicada”, avaliou Dilma sobre o adversário.

Já no primeiro turno, a escolhida pela maioria dos brasileiros para manter as conquistas do país e avançar ainda mais nas mudanças foi Dilma. Com ela, a inflação nunca ultrapassou o teto da meta, o desemprego atingiu o menor índice da história . E, tudo isso, durante a mais grave crise internacional dos últimos tempos.

Mas Dilma não vai parar por aí. Como diz a presidenta, “governo novo, ideias novas”. Suas propostas vão levar o país a um novo ciclo de desenvolvimento com novas conquistas e novos avanços. Porque o Brasil não pode parar. Muito menos voltar ao passado do qual não sentimos nenhuma saudade.

3 comentários

  1. mas é claro que não. fhc nunca mais. corrupção está em todo lugar. Não sou petista.mas o atual governo está melhor. nao conheco desemprego na minha cidade

    Curtir

O que você achou desta matéria?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.