A nova conjuntura nacional será debatida pela CTB em Salvador


juros_protesto40886

A 14ª Reunião da Direção Nacional da CTB ocorrerá em Salvador nos dias 11 e 12 de dezembro para debater a pauta da classe trabalhadora na nova conjuntura nacional. Na capital baiana, também ocorrerão as comemorações do sétimo aniversário da central que mais cresce no Brasil. Também haverá a festa de inauguração da sede própria da CTB-BA.

“Mais uma vez a Direção Nacional se reúne para levar adiante as deliberações do 3º Congresso da central, ocorrido o ano passado. Para isso, decidimos realizar reuniões itinerantes para marcar a presença da executiva nacional em todas as regiões do país”, afirma Adilson Araújo, presidente da CTB.

Já confirmaram presença o ex-presidente do PSB, Roberto Amaral, o presidente do PCdoB, Renato Rabelo, e Antônio Augusto Queiroz, dirigente do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar. “Para a CTB, a vitória de Dilma consagra uma importante conquista da classe trabalhadora. Porém, o resultado eleitoral revela que os trabalhadores deverão promover mais mobilizações e nas ruas marcar presença em defesa da agenda trabalhista já que enfrentaremos um Congresso Nacional ainda mais conservador”, enfatiza Adilson.

A pauta dos debates centralizará as atenções para o projeto de desenvolvimento nacional de interesse da classe trabalhadora e o novo governo Dilma. “As discussões serão de como organizar a CTB conjuntamente com as outras centrais sindicais e os movimentos sociais para impedir o sucesso do projeto conservador, via mídia burguesa, se imponha e torne o futuro governo refém de sua agenda neoliberal, antinacional e antipopular”, reforça o presidente cetebista.

Para ele, “as lutas da classe trabalhadora serão norteadas para conseguir levar adiante a pauta trabalhista, mesmo com o novo Congresso e assim impor a agenda de lutas dos trabalhadores e trabalhadoras para 2015”.

Além de mobilizar a sociedade para os interesses da classe trabalhadora, com a promoção de avanços no projeto de desenvolvimento nacional que vise o combate à miséria, ao analfabetismo, às discriminações e a tudo o que representa atraso neste país, “a atuação do movimento sindical deverá centrar fogo no empenho em levar para as ruas o debate sobre as reformas estruturantes que o país necessita para avançar ainda mais na conquista de um país mais igual e justo”, acentua Adilson.

“As reformas política, judiciária e a quebra do monopólio da comunicação são fundamentais para o Brasil continuar caminhando para frente”, proclama. “A sociedade brasileira não pode mais ficar refém do pensamento único dessa imprensa burguesa que presta um desserviço à nação ao publicar acusações sem provas contra os políticos, com objetivo de melar o processo eleitoral a seu favor”, reclama.

Fonte: CTB

1 comentário

O que você achou desta matéria?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.