Ainda abalado com a derrota, Aécio espuma seu ódio


O candidato tucano derrotado no segundo turno das eleições, o senador Aécio Neves (PSDB) continua a demonstrar que não aceita o resultado das urnas. Em entrevista a programa na Globonews neste domingo (30), comandado pelo jornalista Roberto D’Ávila, Aécio mostra que está cada vez mais distante do discurso que fez logo após a confirmação dos resultados das eleições, em 26 de outubro, e revela seu ódio em relação ao PT.

“Aécio mostra que não sabe perder. Não é só um problema político, ele está abalado psicologicamente", disse o secretário de Comunicação do PT, José Américo

“Aécio mostra que não sabe perder. Não é só um problema político, ele está abalado psicologicamente”, disse o secretário de Comunicação do PT, José Américo

Para quem não se lembra, Aécio disse em seu discurso ao reconhecer a derrota, que ligou para a presidenta Dilma Rousseff para desejar sucesso “na condução do seu próximo governo” e disse ainda que considerava como a maior de todas as prioridades “unir o Brasil em torno de um projeto honrado e que dignifique a todos os brasileiros”.

Mas na prática Aécio atua para disseminar o ódio. Na entrevista ele afirma: “Não perdi a eleição para um partido político. Eu perdi a eleição para uma organização criminosa que se instalou no seio de algumas empresas brasileiras patrocinadas por esse grupo político que aí está”, disse ele, sem dizer, é claro, que o PSDB também foi um dos partidos citados na investigação da Operação Lava Jato.

Para Aécio, ele foi derrotado não porque a maioria do povo brasileiro rejeitou o seu plano de governo, mas porque foi vítima de uma “campanha sórdida” do PT para se “manter no poder”.

O secretário de Comunicação do PT, José Américo, rebateu as declarações do tucano. “Aécio mostra que não sabe perder. Não é só um problema político, ele está abalado psicologicamente. A derrota em Minas abalou Aécio porque, ao perder no seu estado, perdeu também a corrida dentro do próprio PSDB”, afirmou.

Da Redação do Portal Vemelho
Com informações de agências

2 comentários

  1. A matéria esta correta, só para falar a verdade o Aécio teria que sumir, desaparecer ele não é o cara e nem mais o candidato. A mídia deveria focar mais atenção em tantas obras monstruosas de grande relevância sendo construídas pela presidenta Dilma e por quem votou nela. Estes seriam os assuntos que deveriam estar em badalação.
    Outro assunto merecedor de atenção é a reforma politica urgente, como fazer para que ela aconteça com sucesso, (sabendo-se que a maioria dos eleitos foram através de propinas da empresa de armas e outras mais). Inclusive contemplando que qualquer cidadão eleito pelo voto do povo ou por indicação do governo, que não esteja em definitivo no poder, pois geram uma zona de conforto muito grande para os políticos, onde eles roubam e ficam neste jogo de ganha lá e dá cá.
    O cargo politico uma vez eleito ou indicado pelo governo, uma vez constatado que não esteja atendendo as expectativas do governo e do povo, para os indicados ser retirado através da presidenta, para os eleitos pelo voto, ser retirado por plebiscito popular ou abaixo assinado com aval da Presidenta. Temos que passar este pais a limpo. Basta de corruptos, corruptores e de políticos como se fosse um emprego vitalicio. Isso tem que acabar.

    Curtir

O que você achou desta matéria?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.