PCdoB saúda a vitória histórica da Revolução Cubana


10458370_10204524261279989_7356764572373826961_n

Os anúncios históricos de 17 de setembro de 2014 – com as declarações por parte dos presidentes de Cuba, Raúl Castro e dos Estados Unidos, Barack Obama, do início da normalização das relações entre os dois países — são uma grande vitória da resistência determinada e da valentia do povo cubano. Este povo heroico, liderado pelo Partido Comunista de Cuba, por Fidel Castro e por Raúl Castro, e apoiados por ampla e ativa solidariedade internacional, na qual o PCdoB esteve sempre presente, hoje recebeu com emoção em Cuba a Gerardo Hernandéz, Ramon Labañino e Antonio Guerrero. O Partido Comunista do Brasil (PCdoB) expressa a alegria de seus dirigentes, militantes e amigos, com a libertação destes três dos cinco heróis cubanos anti-terroristas que ainda estavam presos injustamente nos EUA há 16 anos.

Também saudamos os anúncios do processo de normalização das relações diplomáticas entre Cuba e os EUA, da retirada de Cuba da lista de países acusados de terrorismo, e o início de um processo que pode pôr fim ao criminoso bloqueio econômico, comercial e financeiro que tantos danos tem causado ao desenvolvimento de Cuba e à vida de seu povo. O bloqueio foi iniciado em 1962, poucos anos depois da vitória da Revolução, e foi intensificado várias vezes, especialmente em 1996 com a Lei Helms-Burton. Seu objetivo era dobrar a espinha do povo cubano e de seus dirigentes, para levar o regime socialista cubano à derrota.

Depois de 52 anos de bloqueio, o anúncio de que seu fim pode estar próximo, e o reconhecimento do imperialismo estadunidense de que a estratégia de bloqueio não deu o resultado esperado e está superada, são as evidências da vitória histórica de Cuba que os povos de todo o mundo comemoram junto com os cubanos. Lembramos que ainda é preciso lutar para que os EUA respeitem a soberania de Cuba, cessem as atividades militares e abandonem de uma vez por todas o território que ocupam em Guantánamo.

Destacamos também a determinação dos governos brasileiros de Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff, que desde 2003 apoiaram Cuba em várias ações concretas, como foi o caso do financiamento do porto e da Zona Econômica de Mariel que, junto com os governos de esquerda e progressistas da América Latina e Caribe, e o Vaticano do papa Francisco, deram uma importante contribuição para esse que esses dias de comemoração chegassem.

A luta anti-imperialista e a perspectiva socialista se fortalecem na América Latina e no Caribe com essa extraordinária conquista do povo cubano.

 

Renato Rabelo – Presidente Nacional do Partido Comunista do Brasil (PCdoB)

Ricardo Alemão Abreu – Secretário de Relações Internacionais do Partido Comunista do Brasil (PCdoB)

1 comentário

O que você achou desta matéria?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.