Fernando Morais: Por mais que tentem passar cosmético, é golpe


Em evento com a presença de artistas e intelectuais de diversas tendências políticas em apoio à continuidade do governo da presidenta Dilma, nesta quinta-feira (31), o que fica claro é que a tentativa de impeachment é na verdade um golpe de Estado. A avaliação foi feita pelo escritor e jornalista Fernando Morais em entrevista ao Blog do Planalto.

Reprodução

image

“Por mais que tentem passar cosmético, chamar de impeachment, qualquer pessoa minimamente bem intencionada, qualquer pessoa de boa fé, sabe que se trata de um golpe de Estado. O fato de ter gente de todas as tendências do chamado campo democrático mostra isso que foi transformado em um bordão de rua que é: ‘Não vai ter golpe’.”

Morais chamou a atenção para o fato de estarem presentes no ato inclusive algumas pessoas que não votaram na presidente Dilma. “Gente que não tem relação com o PT, gente que não votou no Lula anteriormente, que estão unidos por alguma coisa que é mais importante que um partido político ou que um governante, que é a democracia, democracia e o risco de um golpe de Estado”.

Fonte: Jornal GGN

3 comentários

  1. Foi muito escola bem esclarecido E além disso tem uma coisa do jeitinho que você falou é que aconteceu que tinha gente que nunca voltou em ninguém mas o povo não queria uma revolução porque isso trazer só atrasa o país se a Dilma tá lá se tá ruim imagina qualquer um povo Poderoso com as mãozinha aberta ia ficar pior aí não dá certo é melhor ela ficar dinheiro centro eles é mais perigoso

    Curtir

O que você achou desta matéria?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.