Fidel Castro, líder revolucionário e grande estadista de projeção mundial, faz 90 anos!

RENATO RABELO
Neste dia 13 de agosto de 2016 Fidel Castro Ruz comemora 90 anos. Falar de Fidel é falar da história do processo revolucionário pela libertação nacional do povo cubano, da construção do socialismo em Cuba, da luta contra um bloqueio econômico criminoso — mantido a ferro e fogo por parte de sucessivos governos dos Estados Unidos da América — e que já se estende por 50 anos. Falar do socialismo com características cubanas é também destacar o papel do Partido Comunista de Cuba, tendo à frente por vasto período o comandante Fidel Castro.  


Neste breve espaço em que nos referimos às contribuições de Fidel, podemos destacar que ele tem sido durante toda sua vida o inspirador e o protagonista de uma orientação política voltada para a solidariedade revolucionaria e humanista internacional, dentre outras importantes dimensões de seu pensamento político, social e filosófico.

Em Cuba — que se localiza a apenas uma centena de quilômetros do principal país imperialista do Planeta e sofrendo um bloqueio que é o maior conhecido na história moderna — Fidel e o povo cubano se colocaram de pé, soberanamente, e souberam construir uma rede de solidariedade com boa parte dos países do mundo.

Um bom exemplo dessa política solidária foi a criação em Havana do Centro Nacional de Investigações Científicas (CNIC), fundado em 1965. O seu Polo Científico de Biotecnologia já registrou 1050 patentes, gerando 650 milhões de dólares a cada ano, sendo uma das principais pautas de exportação do país com políticas de transferência de tecnologia. Seus produtos são comercializados em mais de 50 países.

Outro exemplo de solidariedade elevada à condição de política de Estado é a Escola Latino-Americana de Ciências Médicas, a ELAM, criada em 1999. Inicialmente voltada à formação de médicos para os países da América Central, hoje seu sucesso é tão grande que a ELAM forma médicos de famílias humildes de inúmeros países, inclusive dos Estados Unidos. 

            Assim, com medidas como estas sendo implementadas através do tempo, Cuba cumpriu os objetivos do Milênio estabelecidos pelas Nações Unidas. A Ilha do Caribe apresenta atualmente a mais baixa taxa de mortalidade infantil de toda a América Latina. Sua taxa de mortalidade materna é uma das menores de todo o mundo e a expectativa de vida ao nascer é de 78 anos. Cuba ocupa a posição honrosa de um país onde se tem efetivamente educação para todos. E Fidel tem papel destacado nestas conquistas.

Anúncios

O que você achou desta matéria?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s