Jandira: “Voto útil é garantir uma mulher no comando de uma cidade”

Em sua página de campanha no Facebook, a candidata à Prefeitura do Rio de Janeiro Jandira Feghali (PCdoB) fez um vídeo no qual declara seu posicionamento sobre os movimentos políticos que pedem a união de candidatos progressistas em prol de um deles chegar ao segundo turno. Jandira Feghali: “Voto útil é votar em quem ajudou a tirar o Brasil do mapa da fome”.

Foto: Divulgação

Jandira Feghali: “Voto útil é votar em quem ajudou a tirar o Brasil do mapa da fome”

“A partir do resultado da pesquisa Ibope, vi pessoas, candidatos, pedindo voto útil. Considerando a margem de erro da pesquisa, estamos eu e mais quatro empatados em segundo lugar. Isso significa uma imensa imprevisibilidade sobre o segundo turno”, disse Jandira.

A candidata também opinou sobre o significado do voto útil. ”Voto útil é votar em quem ajudou a tirar o Brasil do mapa da fome. Voto útil é garantir uma mulher no comando de uma cidade”, ela também reafirmou sua posição sobre o processo de impeachment. “Quem lutou tão duro pela democracia e contra o golpe é a pessoa que vai garantir a democracia na cidade do Rio de Janeiro. O que posso dizer é que nós iremos sim para o segundo turno. Essa é nossa expectativa”, concluiu.

A declaração de Jandira veio após a divulgação de um manifesto publicado pelo ex-deputado federal Vivaldo Barbosa (PPL), no qual propõe uma união e conscientização dos candidatos por meio da coleta de assinaturas. O JB procurou os outros candidatos a prefeito citados no manifesto, mas até o momento de publicação desta reportagem não obteve resposta.

Abaixo o manifesto:

MANIFESTO AOS CANDIDATOS E ÀS DIREÇÕES DOS PARTIDOS PROGRESSISTAS DO RIO DE JANEIRO

Militantes progressistas e de esquerda, diante da forte indicação de que forças políticas fisiológicas e atrasadas estão se tornando aptas para ocuparem o segundo turno das eleições à prefeitura do Rio de Janeiro, deixando fora da disputa as forças populares, progressistas e de esquerda, como indicam pesquisas e a realidade política, apelam aos candidatos Alessandro Molon, Ciro Garcia, Jandira Feghali e Marcelo Freixo e às direções partidárias para refletirem sobre a necessidade de unidade em torno de um candidato que possa disputar o segundo turno das eleições e defender na campanha as bandeiras populares, nacionalistas e de esquerda.

O momento político é extremamente delicado para as forças populares e de esquerda. A Prefeitura do Rio é de fundamental importância para a população pobre da cidade e para a luta política nacional. É inaceitável a continuidade do esquema político fisiológico que domina a política do Rio, assim como é inaceitável o Rio ficar sob o controle de forças políticas de forte conexão com o fundamentalismo religioso atrasado e primitivo. Não podemos nos permitir errar mais e deixar enfraquecida a luta popular.

Há muito as forças progressistas estão de fora do segundo turno das eleições no Rio de Janeiro.

As candidaturas já cumpriram o seu papel, fortaleceram os partidos e ajudaram na formação das bancadas.

Como a perspectiva é de estarem todas as candidaturas fora do segundo turno, nenhuma prevalece sobre outra, o que possibilita encontrar a solução mais adequada.

Em nome do Rio, em nome do povo brasileiro, em nome do Brasil.

Fonte: Jornal do Brasil

Anúncios

O que você achou desta matéria?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s