PCdoB: Mulheres nas eleições reforçam luta pela democracia


“O Partido Comunista do Brasil (PCdoB) estimula e valoriza permanentemente o papel das mulheres na participação política e na construção de uma sociedade mais justa e mais igualitária”, destaca o programa da legenda que nestas eleições municipais atuou, através da sua secretaria nacional da Mulher, na incorporação de candidaturas femininas nas disputas de poder.

Agência Senado

O documento da 1ª Conferência Nacional sobre a Questão da Mulher, realizado em 2006, ressalta que no Brasil, “a construção de um novo projeto para a nação brasileira não é concebível sem a intensa participação das mulheres”.

Com isso, o PCdoB tem atuado com foco predominante sobre a questão da mulher, que se destaca com uma frente de atuação política de massas, com “estrutura organizativa (corrente, movimento, entidade), definição de bandeiras e plataformas, agenda de atividades e formas de sustentação”, afirma o texto. 

O resultado disso, é que o PCdoB é a legenda com mais da metade dabancada parlamentar na Câmara dos Deputados formada por mulheres, e nas eleições municipais de 2016, todas elas disputam às prefeituras de suas respectivas cidades. É o caso da presidenta nacional do partido, Luciana Santos, que disputa a prefeitura em Olinda-PE, cidade pela qual já foi eleita prefeita. A deputada Jandira Feghali, disputa à prefeitura do Rio de Janeiro, segunda cidade mais populosa da Brasil. 

Alice Portugal, disputa a capital da Bahia. Em Salvador, segundo pesquisas de opinião, Alice é a segunda preterida pelos eleitores baianos. A deputada Angela Albino, disputa à prefeitura da capital catarinense, Florianópolis. A deputada Marcivânia disputa à prefeitura de sua cidade natal, Santana, no Amapá. 

A deputada federal Jô Moraes é candidata à vice-prefeita em Belo Horizonte-MG. Outro destaque de atuação comunista é a candidatura da jovem, presidenta da UNE, Carina Vitral que disputa à prefeitura da cidade litorânea de Santos, em São Paulo.

Para Liège Rocha, secretária nacional da Mulher é preciso “romper com a sub-representação feminina nos espaços de poder e de decisão. As mulheres estão em várias instancias, mas precisam estar no centro das decisões para que possamos construir e contribuir com uma democracia plena”, disse ao Portal Vermelho.

Segundo a secretária, nestas eleições, as comunistas disputam 59 prefeituras, 23 vice-prefeituras e 3.867 candidatas à Câmara de Vereadores. 

Segue ANEXO a lista das candidatas comunistas disponível pelo TSE:
 Candidatas comunistas
Do Portal Vermelho, Eliz Brandão

Anúncios

O que você achou desta matéria?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s