LULA: ‘O PAÍS PERDEU A AUTORIDADE’


Postamos esta reportagem originalmente publicada no portal Brasil 247 sobre o ato de solidariedade que ocorreu neste último sábado, no estado de São Paulo, contra o processo de criminalização que o governo desencadeia em escala nacional na tentativa de atingir o movimento social brasileiro. Note que ao fundo da foto aparecem três quadros da artista plástica Edíria Carneiro, cedidas pela autora ao Movimento Sem-Terra.

Em discurso na Escola Nacional Florestan Fernandes, em Guararema-SP, neste sábado (5), o ex-presidente Lula repudiou a ação da Polícia Civil na sexta-feira (4) que foi considerada repressiva e abusiva pelos militantes do MST (Movimento dos Trabalhadores Sem Terra). “A gente tem que se preocupar mais com os movimentos sociais, porque se a moda de criminalizar pessoas pega…”, disse Lula.

O ex-presidente elevou o tom e disse que o poder público quer criminalizar os movimentos sociais. “Há um processo de criminalização da esquerda nesse país, em que as instituições estão totalmente desmoralizadas, o país perdeu a autoridade”.

Lula afirmou aos militantes presentes ao evento solidário ao MST que não se incomoda com a perseguição que ele alega sofrer. “Meu caso é o de menos. Eu tenho casco de tartaruga, 71 anos de idade”.

O líder maior do PT defendeu a “necessidade” de formar uma frente política de esquerda. “Esse momento de solidariedade ao MST, com tanta gente que veio para cá, é a hora de começar a construir uma coisa mais forte, de cada um deixar seus probleminhas de lado. Não é partido, entidade, é um movimento, como foi o das Diretas. Precisamos criar um movimento para restabelecer a democracia no país. Somos um país grande demais para termos um governo eleito por uma Câmara de forma ilegal”.

Para Lula, a frente que ele propõe seria capaz de “unificar o país” e superaria a “torre de Babel que existe hoje, em que cada um fica gritando no seu canto”.

Para fechar a conta, o ex-presidente fez críticas duras a Michel Temer, no contexto da PEC 241, que congela por 20 anos os investimentos do governo, incluindo áreas como saúde e educação.

“Eles vão efetivamente destruir o que nós construímos no Brasil. Os adversários foram mais fortes que a gente, enquanto a gente ficou gritando ‘Fora, Temer’, eles foram lá e tiraram a Dilma. Fizeram o golpe, mas não vão parar por aí. Tem razões políticas, econômicas e ideológicas nesse negócio”.

Anúncios

Um comentário

  1. O PRESIDENTE FERNANDO HENRIQUE CARDOSO ,NO PRIMEIRO ANO DO GOVERNO LULA DECLAROU QUE O GOVERNO ERA COMPOSTO POR UMA ELITEZINHA QUE SE APOSSOU DO GOVERNO. Nessa declaração infeliz ficou claro o inconformismo da direita representada pelo PSDB ,com a inesperda PERDA ELEITORAL. Os dois governos fizeram uma distribuição de renda nunca vista em governos anteriores a LULA e DILMA.

    Curtir

O que você achou desta matéria?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s