Vanessa Grazziotin: Juventude reage ao arbítrio


19258132A ocupação de centenas de escolas e universidades por estudantes tem se revelado uma corajosa e consciente manifestação de protesto contra a política de desmonte da educação, dos serviços públicos e do próprio país.

É na defesa da educação pública e da democracia que milhares de estudantes se mobilizam. Começaram a ocupar as escolas numa reação firme contra a violência que é impor à sociedade, sem diálogo, projetos como a reforma do ensino médio, a Escola Sem Partido e a PEC 241 — agora, no Senado, PEC 55.

É mais uma contribuição à longa trajetória de lutas de nossa juventude. Em todas as memoráveis campanhas patrióticas, os jovens sempre estiveram na primeira fileira. Foi assim no “Petróleo é Nosso”, na criação da Força Expedicionária Brasileira (FEB) durante a Segunda Guerra, no combate à ditadura militar, nas Diretas-Já e na redemocratização do país.

Nos governos Lula e Dilma, os jovens participaram ativamente de grandes conquistas educacionais: 422 escolas técnicas, 18 universidades federais, 173 campis, ProUni, Fies e Enem. Em apenas 12 anos, o Brasil matriculou mais 3,5 milhões de jovens no ensino superior, a mesma quantidade que todos os demais governos matricularam nos 500 anos que governaram.

Agora é contra a destruição desse legado que milhares de estudantes se mobilizam. A ocupação de escolas é a reação natural contra a violência do “governo” Temer nas esferas política, pedagógica e policial, pois, trata-se de uma administração sem respaldo e confiança da sociedade, que impõe medidas antipopulares e ainda trata com truculência os legítimos movimentos reativos de protesto e resistência.

Infelizmente, essa onda arbitrária atingiu na última sexta (4) integrantes do movimento social. A polícia invadiu, sem mandado judicial, a Escola Nacional Florestan Fernandes, do MST. Fortemente armada, disparou tiros e criou pânico num local onde estavam convidados estrangeiros, crianças, adolescentes e idosos.

A Anistia Internacional prontamente condenou essa violência: “O Brasil vive ainda uma estrutura agrária, onde a violência contra trabalhadores rurais e a criminalização dos movimentos sociais colocam em risco direitos fundamentais no campo. Isto é um precedente perigoso para o Estado Democrático de Direito. Todos perdem neste cenário”.

A defesa da democracia se impõe como a luta central diante da onda de agressão e intimidação que atinge o país. Nossa liberdade está sendo violentada. Se hoje são estudantes, trabalhadores rurais e ativistas sociais, amanhã serão todos os demais segmentos sociais, pois, quando não se reage ao arbítrio em algum momento, todos nós seremos vítimas dele.

Publicado no jornal Folha de S. Paulo

Anúncios

Um comentário

  1. ESSA SEMANA: possível ANULAÇÃO DA REDAÇÃO DO ENEM:

    Tema para a Redação 2016 [Enem]

    mIDIOTA: o Coração Valente de João Santana [o Petismo mais estimulante!] — todos caem & caíram! Certo? Eis:

    Mas falemos, também do mais recente, a possível anulação da redação do ENEM 2016 (e por tabela falar da Esquerda, de Marx, de Lulopetismo etc.): Ou seja, CORAÇÃO VALENTE!

    Que tal MUDAR o tema da Redação do Enem para CORAÇÃO VALENTE?

    Aquele produto de consumo. Como a venda de um SABONETE QUALQUER. Vendida pelo PT e comprada por excesso. João Santana poderia ser o parágrafo de desenvolvimento da REDAÇÃO DO ENEM. Coração Valente, a PresidentA InocentA!

    Seria interessante dizer desse consumismo, CONSUMIR CORAÇÃO VALENTE! No parágrafo seguinte da redação do Enem 2016.

    E dar uma solução final!
    Qual solução?

    A solução do:
VOLTA Dilma! Volta Coração Valente! Nossa MÃE ILIBADA! Junto com nosso Amado Chefe. Santos e inocentes!

    Redação nota 1000!

    [professor pós Doutor de Redação — pós-Doutor Paris VIII].

    Curtir

O que você achou desta matéria?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s