Comunistas dizem ‘hasta siempre’ ao comandante

Por Marciele Brum

Cinzas de Fidel Castro serão enterradas no domingo (3) no cemitério de Santa Ifigenia de Santiago de Cuba, berço da revolução.

Richard Silva/PCdoB na Câmara
Juan Pozo recebe deputados comunistas na Embaixada de Cuba

Em gesto de solidariedade aos cubanos, a Bancada do PCdoB no Congresso prestou a última homenagem ao líder Fidel Castro que morreu aos 90 anos na sexta-feira passada (25).

Nesta quarta-feira (29), foi feita visita à Embaixada de Cuba em Brasília. Cada deputado fez questão de escrever texto especial no livro de condolências. A líder da Minoria, deputada Jandira Feghali (PCdoB-RJ), levou documentado dezenas de mensagens de congressistas de diferentes partidos em memória ao revolucionário. “É uma homenagem da Câmara, um reconhecimento suprapartidário da importância de Fidel”, diz Feghali.

O conselheiro político cubano Juan Pozo recebeu os parlamentares e falou sobre a emoção que toma conta da ilha. Para o líder do PCdoB na Câmara, deputado Daniel Almeida (BA), o líder cubano é uma referência política mundial a ser valorizada sempre. “Mostrou sempre dedicação as suas ideias. Cultivou, mas realizou utopias”, enfatiza.

Protagonista da Revolução Cubana em 1959, Fidel foi uma das figuras políticas mais influentes da América Latina. O comandante mudou Cuba, enfrentando por quase meio século os Estados Unidos. “Foi um marco em defesa de uma cultura de paz e de solidariedade, com avanços em direitos”, relata o deputado Orlando Silva (PCdoB-SP).

Garantiu ainda educação e saúde para o povo, tornando o país exemplo para o mundo. “Fidel é uma lembrança carinhosa dos sonhos que nós temos”, destaca a deputada Angela Albino (PCdoB-SC). A deputada Professora Marcivânia (PCdoB-AP) também considera inspirador o fato de Cuba mostrar que é possível assegurar a igualdade para todos os cidadãos.

O legado revolucionário que marcou a história latino-americana jamais será esquecido, garantem parlamentares comunistas. “Temos uma gratidão imensa a Fidel. A obra dele tem um caráter libertário e popular que será sempre lembrado. Lutou pela liberdade e pela autodeterminação dos povos”, diz a deputada Alice Portugal (PCdoB-BA).

O ex-deputado Aldo Arantes também participou. A líder do PCdoB no Senado, senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), havia homenageado Fidel no início da semana.

Após quatro dias de viagem, as cinzas de Fidel Castro serão enterradas no domingo no cemitério de Santa Ifigenia de Santiago, ao lado do mausoléu de José Martí, herói da independência de Cuba. Este funeral irá selar o fim do luto nacional decretado por nove dias depois da morte anunciada pelo irmão e sucessor Raul Castro.

 

Anúncios

O que você achou desta matéria?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s