Após congelar investimentos públicos, Meirelles fala em volta da CPMF


Além de impor um ajuste fiscal, com o congelamento dos investimentos públicos por 20 anos, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou nesta terça-feira (21) que não descarta a volta da CPMF. A proposta foi encaminhada pelo relator da reforma tributária, o deputado Luiz Carlos Hauly (PSDB-PR).

 

 

 

Na tentativa de não aumentar a rejeição ao governo Temer, que já é alta, Meirelles despistou dizendo que é “um pouco prematuro” discutir a proposta. “Hoje é início de discussão e seria inadequado agora o governo ficar se pronunciando”, declarou o ministro em entrevista à agência Reuters.

Meirelles disse que o governo acredita que o aumento de imposto não é a solução para todos os problemas, “mas não há dúvida que aumento da tributação também pode ser um recurso se for absolutamente necessário”.

O deputado tucano defendeu a criação da CPMF para destinar ao financiamento da Previdência. A tese é para justificar o discurso de que a Previdência é deficitária e precisa de mais recursos.

O governo da presidenta Dilma tentou reintroduzir, em 2015, o debate sobre o retorno da CPMF para equilibrar as contas públicas.

Do Portal Vermelho, com informações de agências

Anúncios

Um comentário

O que você achou desta matéria?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s