Luciano Siqueira: Tantos carnavais

São Paulo 15/05/2016 Ato contra Michel Temer na Rua da Cosnolação . Foto Paulo Pinto/Agencia PT
São Paulo 15/05/2016 Ato contra Michel Temer na Rua da Cosnolação . Foto Paulo Pinto/Agencia PT

Todo carnaval é assim: tenho que responder se vou permanecer no Recife e em Olinda, sob as ordens de Momo, no compasso eletrizante do frevo ou do batuque sedutor do maracatu, e se não for, por que não, se gosto ou não gosto e por aí vai.
Avesso a dar explicações sobre minhas escolhas para além da militância política, termino caindo na tentação de relembrar antigos e recentes carnavais, das diversas fases de minha vida que ultrapassam as seis décadas, e sobre a tradição guerreira do carnaval pernambucano.É que o tríduo momesco, como se dizia antigamente, envolve a todos – os que caem na folia e os que só observam e até os que se mantêm à distância.

Agora mesmo termino um prazeroso colóquio sobre o tema com amigos recentes que ainda pouco sabem da minha relação de amor com a festa e até imaginavam que nutrisse algum sentimento avesso. Reconheço a emoção ao comentar a verdadeira saga popular dos pernambucanos pobres pelo direito de compartilhar o chão de nossa terra com as elites e passarem de meros espectadores a foliões com todos os direitos. Os enfrentamentos com a polícia que reprimiam as primeiras agremiações populares, no início do século 20, o uso da estrutura metálica do guarda-chuva como forma de enfrentar a sanha dos meganhas, resultando nessas peças multicolores e delicadas de hoje, as sombrinhas de frevo.

Os amigos, um jovem casal que reside no Recife há pouco mais de dois anos e que literalmente dá os primeiros passos na festança, se espantam quando digo que nos anos 50, em Natal, onde vivi até o meio da adolescência, meu pai comprava lança-perfume Rodouro, importada da Argentina, e dava aos filhos para que fizessem bom uso no assédio aos brotinhos (as gatinhas de então). Lança-perfume se tornou proibida nos anos 60, na curta presidência de Jânio Quadros.

Adiante, em pleno rigor da militância clandestina, início dos anos 70, em Santana do Ipanema, sertão de Alagoas, Luci e eu, emocionados, descobrimos, durante o cortejo da Escola de Samba Unidos do Monumento, no muro de uma das ruelas, inscrição antiga de um candidato a vereador pelo Partido Comunista. Ali mesmo, numa segunda-feira gorda, acompanhei uma charanga que percorreu quase toda a cidade com batuque improvisado e, já no meio da tarde, a cabeça a mil pelo excesso de oxidrila, arrisquei um salto espetacular do alto da ponte para mergulhar no rio e quase morro afogado.

A conversa transcorreu repassando imagens como em vídeo tape. Carnavais de Olinda, vários. Todos apaixonantes, a partir do primeiro (para mim e Luci), após sairmos da cadeia, em 1977, quando o prefeito Germano Coelho, em início de mandato, tendo recebido a prefeitura em situação calamitosa, sem recursos para apoiar a festa, apelou à população que ornamentou com toalhas, lençóis e tecidos coloridos as fachadas e janelas do sítio histórico, fazendo a festa com paixão e raça.

Bom, também as lembranças de amores e dores da adolescência vividos nos quatro dias de fantasia. Passado o tempo, ficaram só as boas recordações. O fato é que essa festa que em Pernambuco é rigorosamente democrática, espontânea e livre, faz muito bem aos viventes que dela fazem bom proveito. Evoé!

Luciano Siqueira

 

https://www.facebook.com/LucianoSiqueira65/  * www.lucianosiqueira.blogspot.com

https://twitter.com/lucianoPCdoB

Anúncios

5 comentários

  1. “ONTEM SUPREMO, HOJE MÍNIMO, AMANHÃ IRRELEVANTE.” – ASSIM É. PAÍS SEM PUDOR!
    > https://gustavohorta.wordpress.com/2017/02/22/ontem-supremo-hoje-minimo-amanha-irrelevante-assim-e-pais-sem-pudor/

    “…“Quando o historiador narrar o comportamento dos Supremos Tribunais nos golpes de abril de 1964 e maio de 2016 ficará nítida a composição de membros cônscios de seu papel constitucional e da dignidade que honra a escolha e de golpistas acovardados e cúmplices que enxovalham a toga, transformando-a em mera fantasia.” …”

    Curtir

  2. COMO É QUE PODE? PAÍS SEM PUDOR.
    CADA UM TEM A SUA “JUSTIÇA”.
    TODOS NA QUADRILHA!

    A QUADRILHA SE ASSUME COMO QUADRILHA, SEM MEDO DE SER FELIZ!
    E O POVO QUE SE FODA!

    Assim é. País sem pudor! TERIA SIDO UM GOLPE? TERIA SIDO UM GOLPE COMANDADO PELOS PODERES DA REPÚBLICA, SOB DOGMAS DOS PODEROSOS MULTI-NACIONAIS E GOVERNOS EXTERNOS?
    > https://gustavohorta.wordpress.com/2017/01/05/assim-e-pais-sem-pudor-teria-sido-um-golpe-teria-sido-um-golpe-comandado-pelos-poderes-da-republica-sob-comando-dos-poderosos-internacionais/

    “TERIA SIDO UM GOLPE? TERIA SIDO UM GOLPE COMANDADO PELOS PODERES DA REPÚBLICA, SOB DOGMAS E PATROCÍNIO DOS PODEROSOS MULTI-NACIONAIS E GOVERNOS EXTERNOS?

    O que você acha? Você ainda tem dúvidas?
    Não as tem? Está convencido de que foi um golpe? Está convencido de que não foi um golpe?
    Em qualquer dos dois casos pouco ou, no segundo caso, nada esta crônica poderá acrescentar.

    Se você está convencido de que foi um golpe esta crônica apenas ilustra mais alguns fatos que eventualmente irão corroborar seu entendimento. …”

    Curtir

  3. Enquanto nós ficarmos esperando a ajuda, como pedintes, seremos tratados como a elite branca trata seus pedintes. Alguns chegam a botar fogo neles…
    Ou lutamos ou participamos do bacanal Brazzzil, no qual entramos sempre com uma parte só: nossos ânus!
    E, para dizer a verdade, reagir é tão fácil: prejuízo para eles, sempre e todo dia! É a única coisa que eles sentem.

    “Assim é. País sem pudor! USE SUA ARMA MAIS PODEROSA, MAIS LETAL!”
    > https://gustavohorta.wordpress.com/2016/12/26/assim-e-pais-sem-pudor-use-sua-arma-mais-poderosa-mais-letal/

    “NÓS CONHECEMOS A LÍNGUA QUE ELES ENTENDERÃO: PREJUÍZOS, MUITOS”
    > https://gustavohorta.wordpress.com/2016/03/29/nos-conhecemos-a-lingua-que-eles-entenderao-prejuizos-muitos/

    “PREJUÍZO! ELES SOMENTE TEMEM OU RESPEITAM ISTO: MENORES LUCROS”
    > https://gustavohorta.wordpress.com/2016/03/23/prejuizo-eles-somente-temem-ou-respeitam-isto-menores-lucros/

    Abraço.
    Amor, compaixão, solidariedade.
    Felicidade, Sempre.

    Curtir

  4. “COMO É QUE PODE? PAÍS SEM PUDOR.
    CADA UM TEM A SUA “JUSTIÇA”.
    TODOS NA QUADRILHA!

    A QUADRILHA SE ASSUME COMO QUADRILHA, SEM MEDO DE SER FELIZ!
    E O POVO QUE SE FODA! …”

    Os 14 atos para “estancar a sangria” da Lava Jato – ASSIM É. PAÍS SEM PUDOR!
    > https://gustavohorta.wordpress.com/2017/02/21/os-14-atos-para-estancar-a-sangria-da-lava-jato-assim-e-pais-sem-pudor/

    “Com Temer no poder, governo, Congresso, PMDB, integrantes do Judiciário, grupos anti-PT e donos da mídia se movem em direção que indica tentativa de “delimitar” a operação”

    “Com o fim dos recessos no Legislativo e no Judiciário, fevereiro de 2017 se tornou um marco na pressão contra a Operação Lava Jato. A investigação abala a República há três anos, pois, assim como ocorreu com as operações Satiagraha e Castelo de Areia, a Lava Jato se embrenhou nos esquemas de financiamento de campanhas políticas e nas relações entre o empresariado e os donos de cargos eletivos. …”

    Curtir

O que você achou desta matéria?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s