Jandira Feghali: PCdoB, imprescindível


A chama da liberdade que aquece os sonhos do Partido Comunista do Brasil ainda é a mesma de 1922, quando o partido fora fundado em Niterói, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro. Mesmo em períodos tão conturbados durante sua trajetória, como o repressivo Estado Novo, de Vargas, a cassação no governo Dutra, passando pela Ditadura de 1964 e o golpe de 2016, o PCdoB ergueu bravamente suas bandeiras e perfilou-se aos que defendiam a liberdade, a soberania brasileira e a redução de desigualdades de nosso povo. Em todas as lutas brasileiras, lá estivemos.

Como não se recordar dos bravos combatentes revolucionários do Araguaia, na década de 70, que enfrentavam, ainda que de forma desigual, as forças de repressão o regime?

É em tempos sombrios como o que vivemos atualmente no Brasil que o PCdoB se mostra imprescindível. A coragem de seus militantes, parlamentares, gestores e dirigentes têm jogado papel fundamental no combate ao Estado de Exceção que se instalou em nossa nação a partir de uma ruptura democrática de um novo tipo de impeachment – o sem crime de responsabilidade.

Vê-se a partir deste episódio, cada vez mais, a redução de direitos sendo capitaneada no Parlamento com um governo ilegítimo e sem voto e apoio popular, além de constantes ferimentos às liberdades individuais de militantes, jornalistas e políticos através de operações seletivas da Polícia Federal e do Ministério Público. O PCdoB, em todos esses momentos, manteve-se fiel as suas convicções, posicionando-se e atuando pela manutenção de nosso Estado democrático de Direito e repudiando tais retrocessos.

A luta que travamos hoje, tanto no Parlamento, quanto nas ruas e nas redes é tão importante como a de nossos valorosos militantes do passado. Um dos grandes desafios hoje é resistir à ofensiva de conservadores, reacionários e neoliberais na redução de direitos conquistados desde a promulgação da Constituição cidadã de 88, na venda do patrimônio brasileiro ao mercado estrangeiro e o desmonte da indústria nacional dentro de uma cartilha entreguista.

A crise do capitalismo nos últimos 10 anos mostra que a saída dos governos neoliberais, do capital financeiro e especulativo tem sido o arrocho e o aperto para cima dos trabalhadores. A consequência é clara: aumento da fome, pobreza, de guerras e conflitos em diversas partes do mundo.

O PCdoB é imprescindível na defesa de nosso país, tocando corações e mentes com uma consciência crítica, nacionalista e federativa. Não há futuro digno para o nosso povo sem a defesa árdua de nossas riquezas e todo o legado conquistado nos últimos anos, como o dos governos Lula e Dilma e os quais o PCdoB integrou de forma honrada e extremamente capaz.

O nosso partido é imprescindível porque não recuamos em situações difíceis. Pelo contrário, nos fortalecemos na adversidade para travar o bom combate. Também não cedemos aos interesses amargos do capital ou de banqueiros, mostrando que nossa luta é com ideais e propostas socialistas, pavimentando sonhos outrora impossíveis em busca da paz e outro patamar civilizatório.

Cremos em conquistas inimagináveis e alcançamos vitórias reais nesses 95 anos. Como diria Eduardo Galeano, “… a utopia está no horizonte. E serve para isso, para  que não deixemos de caminhar”. Já são quase cem anos de caminhada, iluminando sonhos através de um partido imprescindível na História do Brasil.

Médica, deputada federal (PCdoB/RJ) e vice-líder da oposição

Anúncios

O que você achou desta matéria?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s