Luciano Siqueira: Voz própria na Babel


Como é próprio de tempos bicudos, reina na sociedade brasileira verdadeira Babel, tamanha a confusão de ideias na apreciação da realidade concreta e na busca de alternativas à crise.Há uma acirrada e complexa disputa de narrativas, presas na quase totalidade ao momento presente e carentes de descortino estratégico.

Nesse ambiente, Temer e seu grupo imprimem velocidade na execução da agenda regressiva neoliberal e, em consequência, semeiam a insatisfação e a resistência em parcelas crescentes da sociedade.

Num plano imediato, sobretudo focado na defesa de conquistas e direitos ameaçados ou sob desmonte, o protesto e as manifestações de rua cumprem o seu papel.

Entretanto, o buraco infelizmente é muito mais embaixo — seja pela natureza e poder de fogo do inimigo principal, o “mercado” (que dá as cartas conforme seus desígnios internacionais e maneja os cordéis por trás da cortina do Planalto); seja pela complexidade dos entraves econômicos e institucionais a serem superados para a consecução futura de um novo ciclo transformador.

A convergência de forças de esquerda e progressistas, a se configurar numa ampla frente política, reclama uma plataforma consentânea com os desafios atuais. Simplificações e reducionismos em nada ajudam.

Nessas circunstâncias, mais do que nunca importa que a voz própria do PCdoB seja ouvida.

O velho e renovado Partido dos comunistas, que tem como um dos seus traços marcantes a combinação entre esforços pela unidade e a afirmação de suas próprias opiniões, preservando sempre a sua identidade, é chamado agora a sublinhar essa identidade.

Dividir nunca foi o DNA do PCdoB — e não será agora. Mas o caminho para a unidade nas eleições gerais em 2018 implica profundo debate em torno de saídas para os impasses estruturais que dão conteúdo e cor à crise econômica, política e institucional que o país atravessa, no qual é necessário difundir e reverberar o ponto de vista próprio dos comunistas.

Assim, não cabe nenhuma aliança antecipada em torno de candidatura presidencial; pode caber sim, até como contribuição na busca de maior consistência numa ulterior unidade, candidatura própria do PCdoB.
Acesse https://www.facebook.com/LucianoSiqueira65/

Leia mais sobre temas da atualidade: http://migre.me/kMGFD
Luciano Siqueira

https://www.facebook.com/LucianoSiqueira65/ * http://www.lucianosiqueira.blogspot.com

Anúncios

O que você achou desta matéria?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s