Temer rasga CLT ao sancionar terceirização em todas as atividades

Em pesquisa CNI/Ibope divulgada nesta sexta-feira (31), aponta que 79% dos brasileiros não confiam em Michel Temer. E ele deu mais uma demonstração de que não se deve confiar em seu governo. Sancionou o projeto de lei que libera a terceirização para qualquer atividade dentro de uma empresa, rasgando a CLT.

 

 

De acordo com a Secretaria de Imprensa da Presidência, Temer sancionou com três vetos o projeto aprovado pela Câmara dos Deputados na semana passada: um que permitia a prorrogação do contrato de trabalho temporário para até 270 dias e outros dois relacionados a parágrafos que repetiam direitos já previstos na Constituição Federal.

Com a sanção Temer reafirmou que seu compromisso não é com os trabalhadores, já que prometia fazer uma Medida Provisória que preservasse alguns dos direitos adquiridos pelos trabalhadores. Milhares de pessoas foram às ruas do país nesta sexta (31) contra a reforma da Previdência e a terceirização, numa prévia da greve geral anunciada para 28 de abril contra a retirada de direitos trabalhistas.

O senador Renan Calheiros (PMDB-AL), que parece estar definitivamente na oposição ao governo, criticou duramente Temer, afirmando que a terceirização, tal como foi aprovada pelos deputados, vai precarizar as relações de trabalho: “Na crise, ela (a lei) vai precarizar as relações de trabalho, a terceirização é o boiafria.com, isso é retroceder”, disse Renan.

A medida sobre terceirização foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União e incluiu alguns vetos parciais a três pontos da proposta aprovada na Câmara.

Anúncios

O que você achou desta matéria?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s