Miklos defende eleições diretas: “Brasil vive situação de exceção”

Agora que entrou na campanha pelo afastamento de Michel Temer, a Globo inclui em seu programas artistas que se posicionam contra o golpe. O ex-Titãs Paulo Miklos foi entrevistado no programa “Conversa com Bial”, na madrugada deste sábado (8), afirmou defendeu as eleições diretas.
Carol Caminha/Gshow

“Só vejo uma saída pela democracia. Pelo restabelecimento da democracia. É isso que o mundo todo tá de olho””, defendeu Miklos, que participou do programa ao lado de Seu Jorge. Ele estreia no teatro com a peça “Chet Baker – Apenas um Sopro”.

“A gente continua a ter um desejo de ter representatividade no nosso Congresso e ter um presidente eleito para sair dessa situação de câmbio, que é uma situação de exceção. Eu não concordo com as reformas que estão sendo colocadas num momento tão breve com essa representatividade, para fazer mudanças tão profundas. Acho que isso deve ser feito com voto para ter representatividade para fazer isso”, argumentou.

Ao ser questionado de que lado está diante da polarização política – que foi insuflada pela própria ia Globo -, entre coxinhas, mortadelas e golpistas, entre outros rótulos, o músico foi enfático: “Estou mais para um petralha desgraçado, já assumid”.

“Essa polarização não interessa a ninguém, ou a certos grupos que querem diminuir a profundidade das discussões”, completou.

Do Portal Vermelho

Anúncios

O que você achou desta matéria?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s