Governo Temer derrete e rejeição chega a 85%, segundo pesquisa Ipsos


Levantamento feito nas duas primeiras semanas de julho pelo Instituto Ipsos aponta que a reprovação ao governo Temer chegou a 85%, sendo o pior desempenho de um presidente da República em pesquisa feita pelo instituto.

Reprodução

 

“Neste momento o tempo é inimigo do Temer, que já não tem apoio popular e perde o apoio político”, afirmou o deputado Rubens Pereira Junior (PCdoB-MA).

Com um governo de desmonte, com corte de verbas para programas sociais, paralisação de serviços públicos e um desemprego que atinge 14 milhões de brasileiros, Temer ainda está afogado em denúncias, como a feita pela Procuradoria-Geral da República por corrupção passiva.

As manobras para tentar salvar sua pele, com a liberação de emendas parlamentares para barrar a denúncia no Congresso, aumentam a insatisfação popular. Apenas nas primeiras três semanas de julho – período da realização da pesquisa – Temer liberou mais emendas do que em todo o primeiro semestre deste ano.

Ainda de acordo com os dados da pesquisa, publicada com exclusividade pelo colunista Lauro Jardim, de O Globo, 85% acham o governo “ruim ou péssimo” e apenas 2% consideram o governo “ótimo” ou “bom”. Outros 11% dos entrevistados acham o governo “regular” e 2% não responderam.

Na última pesquisa, Temer já era considerado “ruim ou péssimo” por 84% dos entrevistados e 2% o avaliavam como “ótimo” ou “bom”.

A pesquisa foi feita com 1.200 pessoas e a margem de erro é de três pontos, para mais ou para menos.

Do Portal Vermelho

Anúncios

O que você achou desta matéria?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s