PCdoB poderá lançar uma mulher candidata à Presidência

A presidenta nacional do PCdoB, deputada federal (PE), Luciana Santos falou sobre a possibilidade de seu partido lançar candidatura própria  à Presidência da República nas eleições de 2018. A dirigente participou do ato político na conferência municipal da legenda em Porto Alegre, na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, nesta sexta-feira (6), ao lado da deputada estadual do PCdoB, Manuela D’ávila.

Luciana Santos apresentou o debate da candidatura própria, que a sigla está discutindo pela primeira vez depois da redemocratização do Brasil. Entre os nomes debatidos para representar as ideias do PCdoB estão três mulheres: a deputada federal Jandira Feghali (RJ), a senadora Vanessa Grazziotin (AM) e a deputada estadual Manuela d`Ávila (RS).

A presidenta do PCdoB relembrou ainda a ofensiva que a esquerda brasileira sofreu ano passado, “o golpe que tirou a presidenta Dilma do poder foi totalmente sem fundamentos, baseado no combate à corrupção, mas o que vemos hoje em dia é um cenário bem diferente daquele que os golpistas defendiam”. Sobre o assunto, ela ainda finalizou, “sofremos uma derrota estratégica, não podemos aceitar que a corrupção seja o motivo para barrar um projeto de nação”.

As principais pautas em discussão na conferência muncipal foram relacionadas a situação do país e as estratégias que podem ser traçadas para que o atual quadro de crise seja superado, com a defesa e articulação de uma frente ampla.

O encontro contou ainda com a presença do presidente da Fundação Maurício Grabois, Renato Rabelo . Em sua fala, o ex-presidente do Partido alertou para o declínio do capitalismo no mundo, “o mundo de hoje tem tendências fundamentais na transição dos polos de poder, vindo da periferia, como em países como a China e a Rússia”. O presidente da fundação Maurício Grabois também destacou o atual cenário político brasileiro. O governo federal está nem aí para o povo brasileiro, temos é que unir a classe trabalhadora, que é a maior parte da classe média, para que juntos revertemos esse quadro”, disse.

Entre a fala de Renato Rabelo e da presidente Luciana Santos, a deputada Manuela aproveitou para saudar os novos filiados do partido, em especial, Roberto Seitenfus, organizador da Parada de Lutas LGBT de Porto Alegre, do Coletivo Desobedeça e das lutas dos povos de matriz africana, e que agora junta-se às fileiras do PCdoB. Manuela destacou que a filiação de Seitenfus “ é uma amostra de que os ideais traçados pelo partido estão no caminho certo, uma vez que ele se desliga de um partido onde milita há 20 anos para se juntar a nós, pois aqui, acredita que seus ideais poderão ser concretizados”.

Do Portal Vermelho, com informações de Porto Alegre

Anúncios

Um comentário

O que você achou desta matéria?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s