Samuel Pinheiro: Acordo com EUA sobre Alcântara é ‘cessão de soberania’


Em artigo publicado em sua página nas redes sociais, o ex-embaixador e ex-ministro de Assuntos Estratégicos Samuel Pinheiro Guimarães afirma que o interesse dos Estados Unidos nas instalações da base de lançamento de foguetes de Alcântara não está ligado ao lançamento de satélites, mas “ter uma base militar em território brasileiro na qual exerçam sua soberania”.

Reprodução

Samuel reforça que o interesse norte-americano está longe de ser científico, pois possuem bases de lançamento de foguetes em seu território nacional, como em Cabo Canaveral, que são “perfeitamente aparelhadas com os equipamentos mais sofisticados, para o lançamento de satélites”.

“O objetivo principal norte americano é ter uma base militar em território brasileiro na qual exerçam sua soberania, fora do alcance das leis e da vigilância das autoridades brasileiras, inclusive militares, onde possam desenvolver todo tipo de atividade militar”.

Segundo ele, se os Estados Unidos se instalarem em Alcântara, “de lá não sairão, pois de lá poderão “controlar” o Brasil, “alinhando” de fato e definitivamente a política externa brasileira e encerrando qualquer possibilidade de exercício de uma política externa independente”.

Ele destaca que os EUA possuem mais de 700 bases militares terrestres fora de seu território nacional nos mais diversos países, em muitas das quais instalaram armas nucleares e sistemas de escuta da National Security Agency (NSA).

“A localização de Alcântara, no Nordeste brasileiro, em frente à África Ocidental, é ideal para os Estados Unidos do ângulo de suas operações político-militares na América do Sul e na África e de sua estratégia mundial, em confronto com a Rússia e a China”, reforça.

Para ele, o governo de Michel Temer tem contribuído com os intentos norte-americanos, pois sua política atende a todas as reivindicações históricas dos Estados Unidos feitas ao Brasil “não só em termos de política econômica interna (abertura comercial, liberdade para investimentos e capitais, desregulamentação, fim das empresas estatais, em especial da Petrobras etc.) como em termos de política externa”.

“Nesta política geral do governo Temer, o acordo com os Estados Unidos para a utilização da Base de Alcântara configura o caso mais flagrante de cessão de soberania da história do Brasil”, enfatiza.

Do Portal Vermelho

Anúncios

2 comentários Adicione o seu

  1. honoriodelgadorubio disse:

    Es le cúmulo do entreguismo do Brasil por estes vende pátrias. es una vergonha, tirar a soberania do Brasil é oque, faltaba os vende pátrias do PSDB, DEM e seus partidos de alugue baixar as calças para nos dar pelo traseiro. Esta saindo caro o golpe de estado ideado pelo imperialismo o fascismo nacional e internacional dos banqueiros, E petroleiros. E as baitacas Paneleiras?. Agora está na hora de se vertir de verde amarelo, para defender a soberanía nacional. que pena um povo sem patriotismo. Honorio Delgado Rubio

    Curtir

  2. Marco Sousa disse:

    Não há a menor sombra de dúvidas sobre isso!!!.

    Tudo o que aconteceu até agora com o GOLPE político no Brasil, SÓ BENEFICIOU OS EUA!!!. Outros, poucos países que aparecerem como beneficiário, são insignificantes, é só TAPEAÇÃO!!!.

    O GOLPE de 2016 foi só para entregar o Brasil, como COLÔNIA, definitiva dos EUA!!!

    Curtir

O que você achou desta matéria?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s