Em Varginha (MG), Jô Moraes e Wadson Ribeiro lançam suas pré-candidaturas


Com uma plenária participativa e alegre foi realizada em Varginha, no Sul de Minas Gerais (28/3), o ato de lançamento das pré-candidaturas de Jô Moraes ao Senado da República e de Wadson Ribeiro a deputado federal, ambos pelo PCdoB. Mais de cento e cinquenta pessoas, dentre elas autoridades locais, militância partidária, jovens da UJS, e representantes dos movimentos sociais, sindical e estudantil deram vida e emoção ao importante ato político da cidade

Segundo a presidente do Diretório Municipal do PCdoB de Varginha, Monica Cardoso, “nossa nação vem sofrendo ataques de poderosos interesses estrangeiros, e de forças reacionárias internas aliadas a estes interesses imperialistas. Sofremos um golpe, aliás, “sofremos” no passado não, temos a sensação que o golpe é praticamente um verbo no gerúndio, uma ação constante que a cada dia nos deixa mais perplexos com seus lastros. Uma presidenta democraticamente eleita, Dilma Rousseff, foi ilegalmente afastada do Governo. Estamos assistindo nossas riquezas serem entregues, nos impuseram a aprovação do congelamento dos investimentos sociais por vinte anos, foi aprovada goela abaixo uma reforma trabalhista capitaneada por grandes empresários, e a cada dia cresce mais a perseguição contra o ex-presidente Lula (condenado sem provas)”.

Mônica afirmou também que setores do Judiciário e do Ministério Público condenaram Lula “por convicção de que o país precisava voltar para as mãos de uma elite que assistiu indignada a ascensão da classe pobre deste país a uma casa digna, à possibilidade de estudar e assim ter consigo o bem que nenhum deles pode roubar: o conhecimento”.  E concluiu em seu pronunciamento que “todos nós que lutamos por uma sociedade justa. Mas temos o que temos visto — perplexos e assustados – é a perseguição e o assassinato de várias lideranças… Nós que lutamos pela LIBERDADE, assistimos e sentimos uma profunda dor diante da reação de grupos de extermínio diante da intervenção militar realizada no Rio de Janeiro, como foi o caso da vereadora Marielle, liderança popular respeitada pela população pobre do seu Estado”.

Diante deste cenário de grandes dificuldades políticas dos setores populares é que ganha destaque o lançamento dos pré-candidatos Wadson Ribeiro e Jô Moraes, para o Parlamento brasileiro, Wadson concorrendo a uma vaga na Câmara dos Deputados e Jô Moraes para representar o Estado de Minas Gerais e seu povo no Senado Federal. Durante o ato político Wadson e Jô focaram em três pontos principais: o primeiro deles, a lembrança do aniversário dos 96 anos do Partido Comunista do Brasil, que sempre se colocou ao lado do povo trabalhador em luta permanente pela liberdade, pela democracia e pela soberania Nacional.

O segundo destaque, enfatizado por Jô e Wadson foi a análise da crise política que o Brasil está enfrentando, um desdobramento do golpe com o apoio do parlamento e de parte significativa do Judiciário, dos setores poderosos da economia nacional e da grande mídia.

O terceiro ponto abordado foi o grande desafio eleitoral por parte dos setores populares, para a retomada do crescimento, da democracia, do desenvolvimento para a maioria dos brasileiros.

Wadson Ribeiro, presidente estadual do PCdoB, criticou duramente a agenda elitista do Governo Federal e lamentou a falta de senadores mineiros que defendam a classe trabahadora. “Vejo os índices de desemprego no Brasil, que as principais vítimas são jovens, as mulheres, os negros, sobretudo da periferia. O Brasil tem uma taxa de investimento este ano de 15%, taxa esta que só é comparada a aquilo que o país investia em 1996. Nós acabamos de ter o resultado do PIB, que crescemos ano passado apenas 1%, a indústria foi 0% de crescimento. Esse é um governo de corruptos que usurparam do poder para impor goela abaixo uma agenda que foi derrotada nas urnas”, disse.

Jô Moraes, bastante ovacionada e respeitada pela sua vida política em defesa das mulheres, da juventude e do progresso, elogiou a recepção e a postura contagiante do público. “Aqui estão pessoas que são a materialização da política do bem. Gente que veio aqui discutir, buscar saídas para o Brasil”, disse, conclamando o povo a lutar contra o retrocesso. “Estamos criando o antídoto contra tudo isso que vem sendo disseminado no País, que é a política do ódio, a política da apatia, a política da descrença. Nós, nesta noite, estamos dizendo: não seremos capacho, não seremos descrentes. Nós acreditamos na política da transformação, na política de homens e mulheres dispostos a enfrentar essa onde regressiva que toma o Brasil”, finalizou.

Ambos os pré-candidatos sinalizaram, portanto, que o ato de lançamento destas duas pré-candidaturas representa um ato de resistência desta importante região econômica do Sul do Estado de Minas Gerais. São candidaturas que resistem porque entendem que esta não é uma plenária para apenas lançar pré-candidatos, é uma plenária que marca a luta pela defesa da democracia, fortalece o valor das eleições no processo democrático, que marca a luta pela defesa da garantia para que o povo decida soberanamente sobre seu futuro.

Neste mesmo sentido foi lembrada a declaração que, em 1947, o então deputado federal João Amazonas, em seu discurso contra a ameaça de cassação dos mandatos dos parlamentares comunistas: “Contra isso, Sr. Presidente, é que lutamos. Por isso a resistência tenaz que a bancada comunista vem fazendo nesta Casa ao projeto de cassação de mandatos. Não é nosso mandato, Srs. Deputados, que estamos defendendo; defendemos o povo brasileiro da grande cobiça dos banqueiros ianques; defendemos as riquezas nacionais. Defendemos, nesta luta, a independência da pátria. Defendemos a indústria de nosso país, indústria que não obtém créditos suficientes para aumentar sua produção, (…) É na defesa de nosso petróleo e do nosso ferro, é na defesa dos trabalhadores famintos de nossa terra, é na defesa do povo que RESISTIMOS.”

Foi com este espírito de luta que a presidenta do Diretório Municipal do PCdoB de Varginha, Mônica Cardoso encerrou os trabalhos e conclamou a todos continuarem a luta pela elevação do nível político e organizativo do Partido na região, fortalecendo as pré-candidaturas de Wadson Ribeiro e Jô Moraes.

Anúncios

O que você achou desta matéria?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s