PCdoB: É urgente barrar o genocídio contra o povo palestino

em

A direção do PCdoB emitiu nota nesta terça-feira (15) para protestar contra a escalada repressiva do governo israelense sobre as manifestações do povo palestino. A nota afirma que os comunistas exigem a retirada dos assentamentos israelenses dos territórios palestinos e a queda do Muro da Separação. “Reafirmamos uma vez mais que a paz no Oriente Médio passa pelo respeito às resoluções das Nações Unidas e pela constituição do Estado Palestino tendo Jerusalém Oriental como capital”, enfatiza.

 

 

Leia abaixo a íntegra da nota do PCdoB:

É urgente barrar o genocídio contra o povo palestino

O Partido Comunista do Brasil (PCdoB) manifesta seu mais veemente protesto diante da escalada repressiva de Israel contra as manifestações pacíficas do povo palestino.

Em 45 dias as forças israelenses já causaram mais de 100 vítimas fatais e milhares de feridos entre os manifestantes desarmados, incluindo crianças, idosos e deficientes físicos. A grande maioria dos que foram assassinados são jovens na faixa de 16 a 20 anos, um verdadeiro crime de lesa humanidade.

Nesta terça-feira, 15 de maio, registra-se a passagem dos 70 anos do que o povo palestino chama de Al’Nakba (A Catástrofe), e que marca a fundação do Estado israelense, em 1948. Durante estes 70 anos, reiteradas resoluções da ONU foram descumpridas por Israel, de forma impune, e sempre protegidos pelos EUA, para quem Israel funciona como uma espécie de posto militar avançado, sustentado por bilhões de dólares em armamentos.

A inauguração da Embaixada estadunidense em Jerusalém nesta segunda-feira (14), apenas um dia antes da Nakba, além de uma cínica transgressão do imperialismo ao direito internacional, repudiada pela imensa maioria dos países e pela Assembleia Geral da ONU, foi uma clara provocação ao povo palestino.

O PCdoB, em seu 14º Congresso, realizado em novembro de 2017, aprovou por aclamação uma moção em solidariedade ao povo palestino.

Exigimos a retirada de todos os assentamentos israelenses dos Territórios Palestinos Ocupados e a queda do Muro de Separação.

A humanidade tem ânsia de justiça e demanda o fim imediato do genocídio contra o povo palestino. Reafirmamos uma vez mais que a paz no Oriente Médio passa pelo respeito às resoluções das Nações Unidas e pela constituição do Estado Palestino tendo Jerusalém Oriental como capital, e com as fronteiras existentes em 4 de junho de 1967.

O Secretariado do Partido Comunista do Brasil
15 de maio de 2018

Fonte: Resistência 

Anúncios

1 comentário Adicione o seu

O que você achou desta matéria?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s