Deputados homenageiam bicentenário de Karl Marx

em

A Câmara dos Deputados realizou, nesta quarta-feira (6), sessão solene em homenagem aos 200 anos do nascimento de Karl Marx – comemorado no último dia 5 de maio. Filósofo, economista, jornalista e revolucionário comunista, Karl Marx continua tão atual em 2018 quanto nos séculos 19 e 20, influenciando aqueles que lutam contra as injustiças do sistema capitalista.

Para o líder do PCdoB na Câmara, deputado Orlando Silva (PCdoB-SP), diante da crise pela qual passa o país, é mais do que necessária a homenagem. “Devemos relembrar a trajetória histórica e de vida desta que é uma das figuras mais influentes e emblemáticas da história da humanidade. Hoje, 200 anos do seu nascimento e 135 após sua morte, posso dizer que passou tempo suficiente para que um pensamento pudesse ter sido apagado ou obscurecido na história de figuras de algum significado para a humanidade, mas o nome de Karl Marx se ergue com vigor e importância”, destacou.

Em discurso no Plenário da Câmara, Orlando ressaltou que o pensamento de Marx foi fruto de seu tempo – e das contradições sociais daquela época – e não de alguém apartado dos problemas dos trabalhadores. “Ele foi capaz de unir o que havia de mais avançado na filosofia alemã com o pensamento de Hegel; o que de mais progressista havia sido criado na ciência social francesa com o socialismo de Proudhon, de Fourrier, de Saint Simon; e com o que mais evoluído tinha sido desenvolvido na economia política inglesa pós-revolução industrial com Adam Smith e David Ricardo. Utilizando o método do materialismo histórico e dialético, Karl Marx analisou a fundo o sistema capitalista em suas entranhas, descobrindo como se processa a apropriação pelos donos das fábricas do trabalho não pago aos trabalhadores que produzem as riquezas — a chamada mais-valia. Assim como analisou como o desenvolvimento do capitalismo se processa através de crises cíclicas”, disse citando as crises de 1929, 2007/2008 até os dias atuais.

Segundo Orlando, não é à toa que o mundo capitalista procura estudar “O Capital” e outras obras marxistas. Marx ofereceu saídas. “Enquanto houver capitalismo no mundo teremos que nos referenciar em Karl Marx, que soube penetrar na essência desse sistema e ofereceu alternativas às crises cíclicas que regularmente temos que enfrentar. Os comunistas são a favor do desenvolvimento econômico no Brasil, ao contrário do “quanto pior melhor”, de maneira a promover a distribuição de renda, ao contrário da concentração de riqueza nas mãos de uns poucos como acontece no país que é um campeão da desigualdade econômica e social no mundo, um desenvolvimento soberano e não dependente de economias estrangeiras. Somos a favor de um ambiente democrático e progressista, expurgado da xenofobia, do isolacionismo, do fascismo, de todos os tipos de preconceitos. Este é o Brasil que queremos nesta ocasião em que comemoramos os 200 anos do nascimento desta figura magna da história da humanidade que foi Karl Marx”, ressaltou.

Assim como Orlando Silva, líderes partidários do PSol, PT, PDT e PSB – legendas que apoiaram a realização do evento ao lado do PCdoB – se revezaram na tribuna da Câmara para exaltar a história de Marx. Juliano Medeiros, presidente nacional do PSol, destacou que apesar de seu partido não ser marxista, entende “as ideias do pensador como fundamentais para um mundo mais justo e digno”.

O vice-presidente nacional do PCdoB, Walter Sorrentino, destacou que o desenvolvimento da teoria marxista “se dará a partir do enfrentamento de questões na nossa época, superando dogmatismos, distante daquela noção de um modelo universal, mas bebendo de seus êxitos e fracassos para formular os caminhos de hoje”.

Segundo Sorretino, o pensamento de Marx vive e traz consigo o desafio de ser renovado e atualizado. “Todo e qualquer conhecimento estático está fadado ao fracasso. O saber não é linear, e nem segue uma curva progressiva. Marx precisa ser visitado, relido, renovado. Estabelecer diálogo crítico com outras correntes de pensamento, com o intuito de compreendermos com mais profundidade os desafios do mundo contemporâneo e a luta pelo nosso caminho ao socialismo”, pontuou.

Anúncios

O que você achou desta matéria?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s