Flávio Dino: Oito novos grandes hospitais


Vivemos a mais profunda crise política e econômica da história do Brasil, infelizmente, com impacto em todos os âmbitos da vida em sociedade. Uma das áreas mais sensíveis, a Saúde, também vive esses efeitos. Dados do CNES (Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde) do Ministério da Saúde, divulgados recentemente, mostraram que mais de 34 mil leitos foram fechados no país. Fico feliz que, enquanto isso, aqui no Maranhão, estamos conseguindo fazer o movimento contrário, aumentando a rede estadual. Agora temos oito novos hospitais regionais para atender o público. Foram 677 novos leitos, sendo 156 de UTI.

Por Flávio Dino*

Antes, tínhamos dois hospitais regionais, em Presidente Dutra e Coroatá. Hoje temos os hospitais de Pinheiro, Caxias, Santa Inês, Imperatriz, Bacabal, Balsas e Chapadinha, este último inaugurado semana passada, uma obra grandiosa que vai atender a toda a região do Baixo Parnaíba. Abrimos ainda o Hospital de Traumatologia e Ortopedia em São Luís, que já realizou mais de 50 mil atendimentos.

Agora sim temos uma verdadeira rede estadual de hospitais, que o Maranhão sempre precisou ter. Até pouco tempo atrás, havia imensas áreas totalmente esquecidas pelo governo do estado. Hoje, há uma rede distribuída territorialmente, visando atender de forma igual a todos os maranhenses. Nosso governo é assim: trata de forma igualitária a todos. Não cabe mais, hoje em dia, o pensamento que já vigorou de tratar os cidadãos de determinada região como invisíveis.

Construir essa rede foi uma tarefa difícil. Recebi obras inacabadas, que não foram concluídas por erros, desvios ou porque tinham medo do elevado custeio mensal. Como governamos com seriedade, conseguimos concluir as obras e iniciar os atendimentos. Onde antes havia esqueletos de obras, hoje há hospitais de verdade. Somente esse resultado já mostra a gigantesca mudança que realizamos na Secretaria de Saúde. E ainda temos muito o que fazer.

Com o HTO (Hospital de Traumatologia e Ortopedia), por exemplo, estamos realizando cirurgias em pessoas que estavam esperando há meses. Com sua inauguração, o antigo Hospital Geral foi transformado, de verdade, em Hospital do Câncer, possibilitando tratamento adequado aos pacientes de ambas as especialidades.

Nosso próximo passo, na Grande Ilha, será agora a construção do novo Hospital de Urgência e Emergência, que irá desafogar os Socorrões municipais. Já iniciaremos essa obra que representará grande conquista à população da Região Metropolitana.

Prova de que levamos a sério o que é sério. A maior obra de um governo são as pessoas e o que fazemos por elas. Cuidamos da saúde de todos, com trabalho, dedicação, empenho. Sem pirotecnias, apenas investindo o dinheiro público onde é necessário e não gastando em privilégios. Muito ainda há o que construir por nosso estado. Nesse caminho seguiremos.

*Flávio Dino é governador do Maranhão (PCdoB) e candidato a reeleição. 

Anúncios

1 comentário Adicione o seu

O que você achou desta matéria?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s