Luciana: Há grande possibilidade do campo popular vencer as eleições


Em entrevista concedida nesta segunda-feira (17), na sede do Comitê Central em São Paulo, a presidenta nacional do PCdoB, deputada e candidata a vice-governadora de Pernambuco, Luciana Santos, afirmou que há uma grande possibilidade de o campo democrático e popular vencer as eleições pela quinta vez consecutiva.

Luciana Santos comentou ainda sobre a chapa Fernando Haddad (PT) e Manuela d’Ávila (PCdoB) que altera o quadro eleitoral e coloca o petista em segunda posição nas pesquisas de intenção de voto com apenas uma semana de sua consolidação como candidato no lugar do ex-presidente Lula.

“Penso que apesar de toda essa ofensiva deles, é um momento de possível virada nessa conjuntura. Para isso, é preciso ter audácia, clareza dos objetivos e do programa para o futuro. Além de defender o legado que Fernando Haddad e Manuela d’Ávila representa. Porque não é à toa que Lula liderava todas as pesquisas, é porque o povo tem saudade de um tempo de bonança, de um tempo de pleno emprego, de expansão de vagas nas universidades públicas, de um tempo que se combateu a desigualdade regional”, explicou.

Para a dirigente do PCdoB, é preciso ter uma frente ampla que busque os segmentos mais amplos da população brasileira. “Dos setores da economia brasileira, do PIB brasileiro que estão excluídos de um projeto antipovo, aliás, principalmente de um projeto antinacional. Que nós sabemos que muitos setores da economia nacional estão prejudicados quando você não tem no poder político alguém que defenda o interesse nacional. Basta ver o que está acontecendo da desnacionalização da nossa economia”.

Na visão de Luciana, está se desenhando no cenário eleitoral que Haddad pode enfrentar o candidato da extrema direita, Jair Bolsonaro (PSL), no segundo turno. “Na verdade, ele é um fascista. E os comunistas precisam tratar isso na dimensão que a luta merece. Vamos fazer isso combatendo qualquer tipo de ódio e intolerância”.

A presidenta do PCdoB realçou que os comunistas precisarão se posicionar. “Estamos enfrentando uma disputa que diz respeito a garantia da democracia, da tolerância, da paz entre as pessoas. Não será fácil essa batalha. Mas, tenho certeza que o povo brasileiro vai resistir e se contrapor a essa ameaça fascista e vamos eleger Fernando Haddad e Manuela d’Ávila”, declarou.

Confira abaixo a entrevista:

Luciana: Há grande possibilidade do campo popular vencer as eleições

Anúncios

2 comentários Adicione o seu

O que você achou desta matéria?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s