Renildo Calheiros: A reforma da previdência é perversa com os mais pobres


A reforma da previdência de Bolsonaro é perversa com a população mais pobre. Ele quer que os idosos carentes recebam menos da metade do salário mínimo. Só poderá ter acesso ao valor integral quem atingir 70 anos de idade, cinco anos a mais que a regra atual. Hoje a idade mínima é 65 anos. Como se não bastasse só terá direito ao benefício quem provar a condição de miserabilidade.
O Benefício de Prestação Continuada (BPC) é a maior política de transferência de renda do país e atende hoje mais de dois milhões de idosos. Isso representa 5,4% dos domicílios do Nordeste. (PNAD, 2017).
Essa conta não pode ser paga pelos mais pobres.

#RenildoCalheiros #Renildo65 #Naoareforma #previdenciasocial

O que você achou desta matéria?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s