Trabalhadores vão às ruas do país em defesa da aposentadoria


As centrais sindicais – CTB, Força Sindical, CUT, Nova Central, CSB, CSP-Conlutas, CGTB, Intersindical – realizam nesta sexta-feira (dia 22) atos por todo o País, em defesa da aposentadoria. As manifestações fazem parte do calendário de ações do Dia Nacional de luta em Defesa da Previdência Pública.

reprodução

 

As centrais sindicais – CTB, Força Sindical, CUT, Nova Central, CSB, CSP-Conlutas, CGTB, Intersindical – darão nesta sexta-feira mais uma demonstração de unidade e disposição de luta em defesa da Previdência Pública e das aposentadorias ameaçadas pela proposta de reforma da Previdência da dupla Bolsonaro/Guedes.

Serão realizados atos em cerca de 130 cidades brasileiras, entre elas todas as capitais dos estados, além do Distrito Federal. É consenso entre os dirigentes das centrais que este dia 22 será o pontapé inicial da jornada de luta em defesa da Previdência e das aposentadorias públicas, que deverá acompanhar a tramitação do projeto de reforma enviado por Jair Bolsonaro ao Congresso Nacional e culminar numa greve geral.

“Estamos construindo o caminho nesta direção”, declarou o presidente da CTB, Adilson Araújo. “Vamos trabalhar sem descanso nos próximos dias e meses para impor uma derrota ao governo de extrema direita nesta grande batalha que é vital não só para o Palácio do Planalto, que faz o jogo dos EUA e dos banqueiros, mas também e sobretudo para a classe trabalhadora brasileira, que tem muito a perder com a eventual aprovação da PEC 06/2019 (que muda as regras da Previdência)”. Para Miguel Torres, presidente da Força Sindical “a luta é por uma Previdência Social pública, universal e sem privilégios”.

Os presidentes nacionais das centrais sindicais prometem uma entrevista coletiva à imprensa. Será em São Bernardo do Campo, às 10 horas, na sede do Sindicato dos Metalúrgicos, que será também palco de um ato político após uma caminhada que terá início às 7 horas diante da Mercedes Benz e da Ford.

Veja abaixo as cidades onde ocorrerão manifestações:

ACRE
Rio Branco – ato às 8h, em frente à sede do governo do estado (Palácio Rio Branco), tem panfletagem também

ALAGOAS
Maceió – ato às 15h, na Praça Centenário
Arapiraca – ato às 9h na Praça da Prefeitura

AMAPÁ
Macapá – Ato às 9h, em frente a agência do INSS, na Avenida Marechal Rondon

AMAZONAS
Manaus – Concentração às 15, na Praça da Polícia. Depois, tem caminhada até a Praça da Matriz, no Centro.

BAHIA
Salvador – ato às 9h, no Rótula do Abacaxi
Jacobina – às 8h, em frente ao INSS
Teixeira de Freitas – às 9h, na Praça da PMTF

CEARÁ
Fortaleza – ato às 8h na Praça da Imprensa (bairro Dionizio Torres)
Acopiara – ato às 8h, na Praça da Matriz
Alto Santo – ato ás 7h, Praça em frente ao hospital
Aquiraz – ato às 7h30, na Rodoviária
Aracati – ato às 8h, na Praça dos Prazeres
Barreira – ato às 7h, na sede do Sinsemba
Beberibe – ato ás 8h, no auditório do Sindserv
Camocim – ato às 8h, na Pracinha do Amor
Canindé – ato às 7h, na Praça Tomás Barbosa
Caririaçu – ato às 8h, na sede do SINDSMCAR
Chorozinho – ato às 8h, na Praça da EEF Padre Enemias
Cratéus – ato às 7h, na Coluna da Hora
Cruz – ato às 8h30, Centro da Cidade
Fortim – ato às 8h, Praça São Pedro
Guaiúba – plenária no distrito de água verde, horário a confirmar
Horizonte – ato às 7h, no Estádio Domingão
Iguatu – ato às 8h, na Praça da Caixa Econômica
Ipu – ato às 8h, Praça de Iracema
Itaiçaba – ato às 7h, na EEF Dulcineia Gomes Dinis
Itapipoca – ato às 8h, na Praça dos Motoristas
Jaguaribe – ato às 16h, na Praça do Fórum
Jaguaruana – ato às 9h, na Praça da Prefeitura
Juazeiro do Norte – ato às 16h, no Giradouro
Madalena – ato às 8h, na Praça da Igrejinha de São Pedro
Maracanaú – ato às 16h, na Praça da Estação de Maracanaú
Martinópole – ato às 16h, no Galpão dos Feirantes
Massapê – ato às 7h, na Praça São Francisco
Mombaça – ato às 8h, Praça da Matriz
Monsenhor Tabosa – às 8h, na sede do Sindserp
Morada Nova – ato às 7h, na Praça da Matriz
Paracuru – ato às 8h, no Sindicato Rural
Paraipaba – ato às 15h30, na Praça do Hospital
Pereiro – ato às 7h, na Praça da Matriz
Quixadá – às 8h, ato na Praça da Catedral
Quixeramobim – ato às 8h, no memorial Antônio Conselheiro
Russas – ato às 7h, na Praça Monsenhor João Luiz
Sobral – ato às 7h30, na Praça de Cuba
Solonopole – ato às 9h30, no Ginásio Poliesportivo
Tamboril – ato às 7h30, na sede do Sindicato Dos Trabalhadores Rurais (STTR)
Tarrafas – ato às 7h30, na Praça da Escola Emília Ferreira
Tianguá – ato às 8h, na Praça dos Eucaliptos
Ubajara – ato às 8h, na sede do Sindicato Dos Trabalhadores Rurais (STTR)
Varjota – ato às 16h30, ao lado do Titanic
Viçosa do Ceará – ato às 7h, Praça São Francisco

DISTRITO FEDERAL
Brasília – As entidades filiadas deverão realizar reuniões, seminários, assembleias, atos ou paralisações junto a suas bases, denunciando os perigos da reforma de Bolsonaro e construindo a Greve Geral.

ESPÍRITO SANTO
Vitória – ato às 8h, com caminhada de Jucutuqyara até o Palácio Anchieta

GOIÁS
Goiânia – às 6h, ato perto da Serra Dourada, na altura do KM 153 da BR

MARANHÃO
São Luís – às 8h, INSS – Parque Bom Menino (Centro)
Imperatriz – às 8h, na Praça de Fátima
Tem atos também em Caxias, Santa Inês, Vargem Grande, Peri Mirim, São João dos Patos, Bequimão, Itapecuru, Presidente Dutra, Pinheiro, Barra do Corda e Balsas

MATO GROSSO
Cuiabá – ato às 16h, na Praça Ipiranga
Chapada dos Guimarães – ato ás 8h, na Praça Wunibaldo

MATO GROSSO DO SUL
Campo Grande – 9h, paralisação com ato público, na Praça do Rádio Clube. Em todo o estado a FETEMS realizou assembleias com os trabalhadores, que aprovaram greve geral no dia 22

MINAS GERAIS
Belo Horizonte – às 17h tem ato na Praça Sete. Na parte da manhã, sindicalistas e militantes percorrerão com carro de som dois bairros populosos da capital – Barreiro e Venda Nova – explicando as perversidades da reforma de Bolsonaro e fazendo panfletagens.
Cidade de Timoteo – Ato às 17h, na Praça 1º de Maio
Coronel Fabriciano – Ato às 9h, Praça da Rodoviária
Ipatinga – Ato às 14h, na Praça 1º de Maio
João Monlevade – Ato a partir das 9h, na Praça do Povo
Montes Claros, 16h – Ato na Praça Dr. João Alves (Praça do Automóvel Clube)
Ouro Preto – panfletagem

PARAÍBA
João Pessoa – Ato às 15h, no Parque Solon de Lucena
Campina Grande – ato às 10h, na Praça da Bandeira

PARÁ
Belém – às 7h30, concentração em frente ao Banco do Brasil da Avenida Ponte Vargas e caminhada, a partir das 9h, do BB até a agência do INSS, na Av Nazaré.
Marabá – pela manhã defronte do INSS e às 15h, seminário sobre reforma da Previdência na Faculdade Carajás

PARANÁ
Curitiba – às 9h, concentração na Boca Maldita e às 11h, ato e panfletagem, no INSS, R. João Negrão, 11
Araucária – ato às 7h, em frente a refinaria da Petrobras
Paranaguá – às 09h, panfletagem na Praça Fernando Amaro; às 10h, no INSS; às 11h, no Terminal urnano, às 17h, na Ponte dos Valadares: ás 19h30, plenária na Unespar

PERNAMBUCO
Recife – ato às 15h, na Praça do Derby
Petrolina – ato às 8h30, na Praça do Bambuzinho

PIAUÍ
Teresina – ato às 8h, na Praça Rio Branco, em frente ao INSS.
Parnaíba – ato às 8h, na Praça da Graça.

RIO DE JANEIRO
Rio de Janeiro – ato às 16 na Candelária. Depois segue em caminhada até a Central do Brasil
Campos – às 9h e às 15h np Pelourinho do calçadão no Centro
Macaé – às 9h, no calçadão do centro
Rio das Ostras – às 15h30, na Praça José Pereira Câmara

RIO GRANDE DO NORTE
Natal – às 15h, concentração no INSS, na Rua Apodi 2150. Depois, militantes e sindicalistas seguem em caminhada pelas ruas da Cidade Alta em direção a Praça dos Três Poderes
Mossoró – às 6h, manifestação na base da Petrobrás e, às 8h concentração no INSS. Depois, manifestantes seguirão em caminhada pelas ruas do centro da cidade

RIO GRANDE DO SUL
Porto Alegre – ato às 18h, na Esquina Democrática
Caxias do Sul – ato às 17h, na Praça Dante Alighieri
Passo Fundo – ato às 17h, na Esquina Democrática
Pelotas – ato às 18h, no Mercado Público
Santa Maria – ato às 17h30, na Praça Saldanha Marinho

RONDÔNIA
Porto Velho – Às 9h, seminário sobre a reforma da Previdência na sede do SINTERO, e às 17h, ato na Praça Mal. Rondon (Praça do Baú)

RORAIMA
Boa Vista – das 9h às 12h, debate “Reforma da Previdência e os prejuízos aos Trabalhadores”, no auditório Jornalista Alexandre Borges/UFRR.
às 15h, ato Contra a Reforma da Previdência com panfletagem, na Praça do Centro Cívico (em frente à Assembleia Legislativa).
às 16h, carreata.

SANTA CATARINA
Florianópolis – ato às 17h, no Ticen.
Blumenau – ato às 10h, em frente ao INSS
Criciúma – às 13h30 tem ato no calçadão da Praça Nereu Ramos
Itajaí – às 16h, tem ato em frente à Igreja Matriz
Joinville – às 14h tem ato na Praça da Bandeira
Lages – às 17h00, tem aulão popular sobre a Reforma da Previdência, no Calçadão Tiago Fiúza de Carvalho

SÃO PAULO
São Paulo – ato às 17h, em frente ao MASP, na Avenida Paulista
Araras – ato às 16h, em frente à Casa da Cultura
Bauru – a partir das 14h, Audiência Pública na Câmara Municipal – Praça Dom Pedro II, 1-50 – Centro
Campinas – às 10h00 tem Ato dos professores e Servidores Públicos no Largo do Rosário, no centro; às 16h30 – Concentração para o ato e panfletagem na rua 13 de Maio e diversos terminais de ônibus; às 18h00 – tem ato político com representante das centrais, das Frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo, movimentos sociais e sindicatos
Carapicuíba – ação às 5h30, em frente à estação de Carapicuíba e, às 9h, ato público no Calçadão
Grande ABC – às 7h – Caminhada com a participação dos sindicatos da região saindo da porta da Mercedes Benz e da Ford.
Mogi das Cruzes – a partir das 10h tem ato no Largo do Rosário (Praça da Marisa)
Osasco – Ato às 9h, em frente à estação de trem da cidade
Ribeirão Preto – a partir das 17h, concentração na Esplanada Dom Pedro II
São Carlos – a partir das 9h, na praça em frente ao Mercado Municipal – Centro
São José dos Campos – às 10h, na Praça Afonso Pena
Ubatuba – ato às 10h, no Ipiranguinha, POsto BR, e das 11h30 às 18h, no calçadão do centro

SERGIPE
Aracaju – Ás 15h, com concentração em frente à Deso, na Rua Campo do Brito

TOCANTINS
Palmas – Ato às 8h, em frente ao INSS 203 Sul, na Avenida NSI (trabalhadores dos municípios de Paraíso do Tocantins e Porto Nacional participarão da mobilização na capital).
Aurora – Paralisação das atividades do pessoal da Educação (Colégio Estadual Ranulfa, Escola Est. Dona Inês, Escola Municipal Marcolina)
Lavandeira – Paralisação das atividades no Colégio Estadual Lavandeira;
Combinado – Paralisação das atividades na Escola de tempo Integral Girassol, Escola Augusta Vaz)
Novo Alegre – Paralisação das atividades escolares.

Da redação, com informações das centrais sindicais

Anúncios

O que você achou desta matéria?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s