A ofensiva da direita nas redes e ruas é tema de debate no Barão de Itararé


Na segunda-feira (21), o Centro de Estudos da Mídia Alternativa Barão de Itararé promove o lançamento do livro As direitas nas redes e nas ruas – a crise política no Brasil (Ed. Expressão Popular). A atividade tem início às 19h e ocorre na sede da entidade, situada na rua Rego Freitas, 454, conjunto 83, próxima à estação República do metrô.

Organizadoras do livro, Esther Solano e Camila Rocha contarão com a companhia de Ana Flavia Marx, diretora do Barão de Itararé, para debater as ofensivas da direita nas redes e nas ruas, tema de fundamental importância para traçar o diagnóstico do que se passa no Brasil nos dias de hoje.

Saiba mais sobre o livro:

A ofensiva conservadora que tem imposto derrotas ao povo brasileiro, retirando os direitos conquistados com a Constituição de 1988, parte do projeto das classes dominantes (em esfera nacional e internacional) para manter os seus lucros. Isso reforça e explicita, mais uma vez, o real compromisso das burguesias nativas com o capital internacional, e como elas se utilizam das mais diferentes estratégias para garantir os seus interesses. No caso em questão a derrubada de uma presidenta legitimamente eleita sem qualquer comprovação de crime, valendo-se dos poderes legislativo e judiciário com o apoio da mídia e do setor financeiro.

As direitas nas redes e nas ruas: a crise política no Brasil traz um conjunto de textos que, tendo como pano de fundo o impeachment de Dilma Rousseff, procura analisar de que maneira esse processo político foi ganhando força entre setores da população por meio das redes sociais e também nas ruas. Um aspecto interessante das análises presentes neste livro é a maneira difusa pela qual estas forças conseguiram fazer com que a bandeira da anticorrupção na política se transformasse em uma bandeira na aparência antipetista, mas cujo pano de fundo era o ataque aos direitos conquistados no período da redemocratização.

Este livro está dividido em três partes: 1) Ciclos de protestos e crise política; 2) Direitas nas ruas e nas redes; 3) O impeachment nas redes e na grande mídia.

É fruto do trabalho de pesquisadoras e pesquisadores de diversas universidades em diferentes campos disciplinares como a Antropologia, a Sociologia, a Ciência Política, a Comunicação Social e as Ciências da Computação com o intuito de compreender a movimentação dessas novas direitas.

Esta publicação é de interesse não apenas para estudiosos dos fenômenos políticos, comunicacionais e sociais vinculados à escalada conservadora, mas também de todos que se colocam contra o retrocesso histórico pelo qual o nosso país está passando.

O que você achou desta matéria?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s