Fascistas atacam: Sede do PC do Chile é invadida


A sede do Comitê Central do Partido Comunista do Chile foi invadida nesta terça-feira (10). Os criminosos levaram equipamentos e vandalizaram as salas. Para os comunistas chilenos o acontecimento é “parte de uma escalada de violência cujo único objetivo é deter os democráticos e legítimos protestos populares que estão ocorrendo em todo o Chile”. Leia a íntegra do comunicado do PC do Chile.

“Declaração pública diante de um novo ataque à sede do Comitê Central

A sede do Comitê Central do Partido Comunista foi vítima de um novo ataque. Isso ocorre em meio a diversas ações de intimidação, ameaças, agressões diretas contra companheiros e companheiras além de  assaltos e roubos às sedes partidárias em várias regiões do país.

Em uma primeira observação, pudemos verificar que aqueles que assaltaram nossa sede levaram dois computadores, precisamente os que estavam nos escritórios do Secretário-Geral, Lautaro Carmona, e do encarregado de relações políticas, Juan Andrés Lagos.

Eles quebraram o vidro; quebraram duas portas; tudo indica que foi feita uma investigação prévia sobre as instalações.

Denunciamos esse fato como parte de uma escalada de violência cujo único objetivo é interromper os protestos populares e cidadãos democráticos e legítimos que estão ocorrendo em todo o Chile.

São uma consequência das declarações de guerra contra o povo e as forças políticas que apoiam os protestos sociais e que denunciamos insistentemente.

Partido Comunista do Chile”

O ataque à sede do Comitê Central do Partido Comunista do Chile, nesta terça-feira (10), gerou um imediato movimento de solidariedade. Sete partidos comunistas da América do Sul assinaram uma declaração conjunta condenando o ataque. Leia, abaixo, a íntegra.

Solidariedade dos Partidos Comunistas da América do Sul com o Partido Comunista do Chile

Diante da invasão fascista da sede do Comitê Central do Partido Comunista do Chile, os Partidos Comunistas da América do Sul expressam solidariedade para com os camaradas chilenos e de repúdio aos responsáveis por esse gravíssimo fato.

Quando a mobilização popular do povo chileno se desenvolve exigindo soluções e rejeitando a política antipopular do governo Piñera, os setores da extrema direita respondem com brutalidade especial à mobilização popular e agora acrescentam a barbárie desse ataque ao Partido Comunista do Chile.

Como é habitual quando o fascismo atua, além dos danos causados, foram roubados vários equipamentos de informática e outros objetos que estavam no local. Os Partidos Comunistas da América do Sul denunciam essas ações e chamam a solidariedade ativa para com nossos irmãos comunistas no Chile.

 

10 de março de 2020

Partido Comunista do Brasil

Partido Comunista Brasileiro

Partido Comunista Colombiano

Partido Comunista da Argentina

Partido Comunista da Bolívia

Partido Comunista do Uruguai

Partido Comunista Paraguaio

 

O que você achou desta matéria?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.