China rebate acusações ‘imorais’ dos EUA sobre dados da Covid-19


A porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, Hua Chunying, disse na quinta-feira (2) que alguns políticos dos EUA estão “sendo imorais e desumanos” por não colocar a vida e a saúde das pessoas acima da política em meio à pandemia de coronavírus.

Contestando a conclusão da comunidade de inteligência dos Estados Unidos de que a China escondeu seus dados epidêmicos, Hua disse que as calúnias, difamações e transferência da culpa para outros países não podem compensar o tempo perdido, mas custarão apenas mais tempo e vidas perdidas.

“O povo chinês entende muito bem e simpatiza com o povo americano pela dor que está sofrendo agora”, disse Hua em uma coletiva de imprensa regular em Beijing, acrescentando que a China está disposta a fornecer ajuda e apoio, dentro de sua capacidade, para combater o vírus.

A politização das questões de saúde pública deve ser denunciada por pessoas em todo o mundo, incluindo as dos EUA, disse Hua, pedindo aos políticos dos EUA que ajustem suas prioridades e direção de trabalho e se concentrem em salvar a vida das pessoas nos EUA.

Na quinta-feira, a porta-voz também esclareceu mais informações anteriores da mídia sobre a qualidade das máscaras compradas pela Holanda na China.

De acordo com uma investigação inicial das autoridades chinesas, o embarque relatado foi de máscaras não médicas adquiridas por um agente holandês, disse Hua, acrescentando que a empresa chinesa havia notificado explicitamente os holandeses antes do embarque de que os itens foram exportados como máscaras não médicas na declaração aduaneira.

“Agora todos os países exigem urgentemente materiais de prevenção de epidemias. Lembramos aos usuários que devem verificar cuidadosamente os propósitos e seguir as instruções dos produtos, garantindo que os produtos atendam aos seus padrões para evitar erros com pressa”, disse ela.

As autoridades chinesas adotaram medidas mais rígidas para garantir a qualidade das exportações de suprimentos médicos desde quarta-feira (1), exigindo que os exportadores forneçam documentação extra durante o desembaraço aduaneiro para provar que seus produtos atendem aos padrões de qualidade dos países ou regiões importadores.

Hua acusou algumas mídias de serem irresponsáveis ao sugerir um problema de qualidade com produtos chineses antes de verificar os fatos.

“Espero que eles não tenham segundas intenções, porque isso não ajudará a cooperação internacional no controle de epidemias”, disse ela.

Diário do Povo Online

O que você achou desta matéria?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.