Rede de solidariedade mobiliza movimentos sociais em Belo Horizonte


Resistir à pandemia e ao descaso do governo Bolsonaro com os mais pobres através da solidariedade. Esta é a palavra de ordem de entidades do movimento social que estão organizando uma campanha conjunta de arrecadação de alimentos, materiais de limpeza e outras ações de mobilização em defesa da população.

“Como cidadãos, é nosso dever resistir e cobrar, das autoridades, medidas emergenciais no combate à Covid-19. E também é nosso dever ajudar aqueles que estão desamparados em meio à crise”, explica Jô Moraes, presidenta municipal do PCdoB Belo Horizonte e coordenadora do Movimento 65 na capital mineira.

As entidades estão organizando a logística de arrecadação e envio das doações, para evitar ao máximo os riscos de contágio pelo Coronavírus e garantir a entrega dos donativos para quem mais precisa. Outras ações estão sendo planejadas, como a criação de uma campanha virtual de arrecadação, a realização de um show musical nas redes sociais e ações de utilidade pública para esclarecer a população sobre o acesso a direitos conquistados recentemente, como a renda emergencial básica de R$ 600, aprovada pelo Congresso Nacional, e as cestas básicas destinadas pela Prefeitura de Belo Horizonte para estudantes da rede municipal de ensino.

“Queremos ampliar esta rede e potencializar as ações das entidades e movimentos integrantes. Estamos abertos a novas adesões e propostas de ações, inclusive no campo da política. A solidariedade deve estar acompanhada da fiscalização dos agentes públicos e da reivindicação das pautas específicas de cada setor envolvido nesta campanha”, conclama Valéria Morato, presidenta do Sindicato dos Professores de Minas Gerais (Sinpro/MG), uma das entidades organizadoras.

Além do Sinpro/MG, compõem a rede a Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil/MG (CTB-MG), União Estadual dos Estudantes, União Colegial de Minas Gerais, União da Juventude Socialista, União Brasileira de Mulheres, Movimento Popular da Mulher, Casa do Hip Hop do Taquaril, Associação Comunitária da Vila Pinho, Associação dos Moradores da Vila Nova Cachoeirinha, Movimento Nos Bares da Vida e o mandato do vereador Gilson Reis (PCdoB/BH).

A rede está disponibilizando uma lista de contatos para quem quiser doar ou ajudar na organização das ações. Em breve, novas informações serão publicadas pela campanha.

Responsáveis pela Rede em cada local (fone ou whatsapp):

  • NOVO AARÃO REIS: Marquinho (ASCOVE/) – (31) 99116-3542
  • TAQUARIL: W2 – (31) 99841-9593
  • ALTO VERA CRUZ: Patrícia – (31)9859-55578
  • POMPEIA: Heloísa – (31)98776-3376
  • BARREIRO: Zé Antônio – (31) 99400-9483
  • VENDA NOVA: André e Cida – (31)98474-1985
  • VENDA NOVA: Renato e André – (31) 98474-1985
  • SÃO GERALDO: Késsia – (31) 97547-6873
  • NOVA CACHOEIRINHA – Rógeris Alberto (31) 97560-5826
  • MORRO DO PAPAGAIO – JULIO FESSÔ – (31) 99457-2625
  • SÃO LUCAS: Dener – (31) 97325-4524
  • MOVIMENTO NOS BARES DA VIDA: Zeca Magrão – (31) 98887-9929
  • MANDATO DO VEREADOR GILSON REIS – Alexandre Torres (31) 98520-2489
  • SINPRO/MG: Valéria Morato – (31) 3115-3046.
  • UBM e MPM: Júlia – (31) 9658-9955.
  • CTB/MG: Gelson – (31) 98404-3904

O que você achou desta matéria?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.