Com 1,5 mi de casos, Brasil ainda perde mais de mil doentes por dia


Em apenas duas semanas, meio milhão de pessoas foram contaminadas. Já são sete semanas seguidas com média de mortes diárias de mais de mil pessoas.

Por Cézar Xavier

O Brasil teve 1.277 mortes motivadas pela covid-19 em 24 horas e 1.501.353 de infectados, segundo levantamento feito pelo consórcio de veículos de imprensa junto às secretarias estaduais de Saúde nesta quinta-feira (2). Com isso, são 61.990 óbitos pela covid-19 no país no total e 47.984 novos infectados. 

Números que colocam o Brasil na sinistra vice-liderança de doentes e mortos pela covid-19, em todo o mundo, atrás apenas dos EUA. O Brasil também é o líder mundial em mortes diárias. O México tem mantido uma média de 600 novas mortes todos os dias, assim como os EUA, que disputam a vice-liderança.

Já o Ministério da Saúde divulga 1.496.858 de casos confirmados de covid-19 e 61.884 mortes pela doença. Nas últimas 24 horas, somaram-se 1.252 novos óbitos e 48.195 novos casos. A variação nos números é justificada por horários distintos de coleta.

Segundo os dados divulgados pelo Governo Federal, do total de infectados até o momento, 852.816 pessoas se recuperaram da doença e 582.158 mil pacientes ainda estão em acompanhamento. Há ainda 3.931 mortes em investigação.

Ontem (1º), o balanço do Ministério da Saúde trazia 60.632 falecimentos e 1.488.753 casos confirmados; sendo que de terça-feira (31) para quarta-feira, foram agregados 1.038 óbitos e 46.712 novos casos.

A taxa de letalidade da doença (número de mortes pelo total de casos) ficou em 4,1%, enquanto a de mortalidade (número de óbitos por 100 mil habitantes) ficou em 29,4. A incidência (quantidade de casos pela população) está em 712,3.

Gráfico mostra que, há sete semanas, média do número de mortos se mantém acima de mil
Gráfico mostra que, a cada semana epidemiológica, a soma dos casos é superior a seis mil, ultrapassando sete em três delas.

Estados e municípios

A covid-19 já chegou a 90,1% dos municípios (5.021) e o percentual de cidades com mortos é de 45,8%, segundo dados do Ministério da Saúde. 

Os estados com mais mortes são São Paulo (15.351), Rio de Janeiro (10.332), Ceará (6.284), Pará (5.004) e Pernambuco (4.968). As unidades da Federação com menos óbitos são Mato Grosso do Sul (91), Tocantins (209), Roraima (354), Santa Catarina (362) e Acre (378).

As regiões com os maiores aumentos percentuais de novos diagnósticos foram o Centro-Oeste (crescimento de 255,56%) e o Sul (170,10%).

Brasil no mundo

O Chile é o quinto país com a maior proporção de casos por tamanho da população. São 14.615 casos para cada um milhão de pessoas. O país tem mais de 19 milhões de habitantes. O Peru está em décimo lugar neste mesmo ranking (8.650 para cada 1M). Os EUA estão em 12o. (8.244 por 1M) e o Brasil em 18o. (6.626 por 1M).

Para efeito de comparação com um vizinho, a Argentina está em 71o. neste mesmo índice. Na proporção de mortos por milhão de habitantes, o Brasil aparece em 16o. lugar (281 por 1M). Neste quesito, Chile e Peru também perderam mais cidadãos que o Brasil por milhão de habitantes. Os EUA estão em novo lugar com 393 mortos para cada 1 milhão de americanos.

Em termos proporcionais à população, os primeiros lugares ficam com países muito pequenos como San Marino (34 mil hab), Andorra (77 mil hab) ou a Cidade do Vaticano (801 hab). Entre países maiores, os mais afetados são Bélgica, Reino Unido, Espanha, Itália, Chile, Suécia etc).

Entre os grandes países que mais testaram sua população estão o Reino Unido (15o.), a Rússia (17o.) e a Espanha (22o.). Os EUA aparecem em 27o., o Chile em 47o. e o Peru em 49o., enquanto o Brasil continua em 112o. testando apenas 14.445 de cada um milhão de brasileiros. A Rússia, por exemplo, testou 134.049 pessoas a cada um milhão e tem mais de dois terços da população brasileira.

O que você achou desta matéria?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.