Presidenta e secretária da Mulher do PCdoB repudiam “estupro culposo”


A presidenta nacional do PCdoB e vice-governadora de Pernambuco, Luciana Santos, se manifestou, em suas redes sociais nessa terça-feira (3), contra o julgamento do caso de estupro de Mariana Ferrer.

“Ninguém estupra sem querer. Essa inovação jurídica absurda é um desserviço à luta contra a violência de gênero. Abre precedente perigosíssimo e deve ser rechaçada”.

Por fim, a presidenta declarou solidariedade a Mariana Ferrer e sua “indignação pela forma como ela foi tratada no julgamento”.

A secretária da Mulher do PCdoB, Vanessa Grazziotin, também repudiou o ocorrido. “Essa barbaridade é real. Machistas, para protegerem outro machista, inventaram até uma “nova” tipificação, “estupro culposo” (quando o crime é praticado sem intenção)”. E concluiu: “Precisamos recorrer contra essa injustiça que  atinge todas as mulheres!”.

O caso veio à tona nesta terça-feira (3) após reportagem do portal The Intercept Brasil mostrar detalhes do julgamento que absolveu o empresário André Camargo Aranha da acusação de estupro da jovem, sob a argumentação de ter havido um “estupro culposo”. O julgamento se mostrou um festival de arbitrariedades e absurdos jurídicos e de humilhações machistas à vítima.

Por Priscila Lobregatte

O que você achou desta matéria?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.