Nivaldo Santana: Contag realiza 13º Congresso


De 6 a 8 de abril, a Confederação Nacional dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares – Contag – realiza o seu 13º Congresso. Será o primeiro congresso da Contag, em seus 57 anos de existência, a realizar-se virtualmente, devido à pandemia da Covid-19.
A Contag representa 15,7 milhões de agricultores familiares e 10 milhões de ocupações associadas, vinculados a acampamentos e assentados da reforma agrária, meeiros, comodatários, extrativistas, quilombolas, pescadores artesanais e ribeirinhos. Esse universo ocupa o 8º lugar entre os produtores mundiais de alimentos e é representado por 27 federações e mais de quatro mil sindicatos.
O programa da Contag é chamado de PADRSS – Projeto Alternativo de Desenvolvimento Rural Sustentável e Solidário e tem como principais bandeiras a luta por uma reforma agrária ampla e massiva, de qualidade e participativa, ampliação e fortalecimento da agricultura familiar e outras questões sociais dos homens e mulheres que labutam no campo.
O 13° Congresso debaterá o Plano Sustentar, com três eixos: gestão administrativa e financeira, formação e comunicação. Além disso, foi disponibilizado para debate um documento político que avalia a atual conjuntura do país e define um plano de lutas para o próximo período.
Para a direção da Contag, a situação do Brasil é marcada pela grave crise do capitalismo que vem desde 2008, a grande financeirização da economia, o avanço da ultra-direita e suas práticas negacionistas e uma política liberal que tem como base a tese de que a “Constituição não cabe no orçamento”.
Para enfrentar essa realidade, a Contag defende candidaturas orgânicas do movimento dos trabalhadores e trabalhadoras rurais e uma agenda que incorpore a luta em defesa da vida, da democracia, dos direitos, da justiça social, meio ambiente e desenvolvimento rural sustentável e solidário.
As principais formas de luta da Contag são os acampamentos pela reforma agrária e agricultura familiar, Marcha das Margaridas e Festival da Juventude Rural. No Congresso, os delegados e delegadas deverão aprovar novas estratégias de luta, com foco no fortalecimento da agricultura familiar e na regularização fundiária, enfrentamento do êxodo rural da juventude e ampliação da assistência técnica e extensão rural.
A CUT e a CTB são as duas centrais sindicais com maior representatividade no Sistema Contag. O 13º Congresso deve eleger uma nova direção unitária, atualizar o Plano Sustentar e o documento político e reforçar a unidade com amplas forças sociais e políticas para derrotar o governo Bolsonaro e abrir novas perspectivas para o país. Parabéns à Contag pela realização do seu 13º Congresso!

(*) Secretário Sindical Nacional do PCdoB e secretário de Relações Internacionais da CTB

1 comentário

O que você achou desta matéria?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.