Média de mortes por covid cai 20% no Brasil em duas semanas


O número de mortes diárias por covid-19 registradas no país, de acordo com a média móvel de sete dias, registrada pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), recuou 19,5% no período de duas semanas. Segundo o boletim Monitora Covid, da Fiocruz, a média de óbitos caiu de 3.101 em 11 de abril para 2.495 ontem (25).

No sábado (24), o mês de abril se tornou o mais letal da pandemia da Covid-19 no Brasil; e no domingo (25), as mortes pelo vírus registradas em 113 dias de 2021 superaram o montante registrado em todo o ano de 2020.

Nesta segunda (26), o Brasil registrou 1.139 mortes pela Covid-19 nas últimas 24 horas e totalizou 391.936 óbitos desde o início da pandemia. Com isso, segundo do cálculo do consórcio da imprensa, a média móvel de mortes no Brasil nos últimos 7 dias chegou a 2.451. Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de -20%, indicando tendência de queda nos óbitos decorrentes da doença.

Curva mostra de óbitos mostra queda relevante no pico da pandemia, após período de medidas restritivas em muitos municípios do país. Apesar disso, o número é espantoso se comparado com a primeira onda observada em meados de 2020.

Na comparação com o recorde de mortes, anotado em 12 de abril (3.124), a queda chegou a 20,1%. Apesar da trajetória de declínio nessas duas semanas, a média de óbitos ainda é 9,4% maior que a observada um mês antes (2.280). A situação da pandemia neste momento também é pior do que no ápice de mortes do ano passado (25 de julho), quando houve 1.097 registros diários. Na comparação de ontem com 25 de julho, a alta chega a 127,4%.

O número de casos da doença, segundo a média móvel de sete dias, também está em trajetória de queda nas duas últimas semanas. Ontem, houve 56.817 casos, 20% a menos do que 14 dias antes (71.010).

Em casos confirmados, desde o começo da pandemia 14.369.423 brasileiros já tiveram ou têm o novo coronavírus, com 28.636 desses confirmados no último dia. A média móvel nos últimos 7 dias foi de 56.106 novos diagnósticos por dia. Isso representa uma variação de -21% em relação aos casos registrados em duas semanas, o que também indica tendência de queda nos diagnósticos.

Mesmo com queda de -21%, média de contágios continua mais alta que no pico da primeira onda em 2020.

O estado da Bahia não registrou atualização nos dados desde a noite de domingo (25).

Nenhum estado apresenta tendência de alta nas mortes por Covid. É a primeira vez que isso é registrado desde a criação do consórcio de veículos de imprensa, em julho de 2020.

Hoje, apenas São Paulo e Goiás tiveram mais de 100 mortes por covid-19, registrando 105 e 168 óbitos, respectivamente. Às segundas-feiras, é comum que os números sejam mais baixos por conta de uma demora em processar as informações do final de semana.

Pela primeira vez, mapa não traz estados em vermelho

Vacinação

Balanço da vacinação contra Covid-19 desta segunda-feira (26) aponta que 29.554.723 pessoas já receberam a primeira dose de vacina contra a Covid-19, segundo dados divulgados até as 20h. O número representa 13,96% da população brasileira.

A segunda dose já foi aplicada em 13.127.599 pessoas (6,20% da população do país) em todos os estados e no Distrito Federal.

No total, 42.682.322 doses foram aplicadas em todo o país.

De ontem para hoje, a primeira dose foi aplicada em 522.849 pessoas e a segunda dose em 548.499, com um total de 1.071.348 doses aplicadas neste intervalo.

O que você achou desta matéria?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.