Walter Sorrentino: Força da extrema-direita na Europa revela divisão das classes dominantes


Em seu comentário semanal sobre geopolítica, Walter Sorrentino, Secretário de Relações Internacionais do PCdoB, traça um panorama do desempenho da extrema-direita na Europa.

Para o dirigente comunista, a presença da extrema-direita “no centro do sistema capitalista, Europa, mas também EUA, onde Trump, mesmo derrotado, teve apoio de metade dos norte-americanos, evidencia que os setores hegemônicos estão divididos quando ao modo de manter sob hegemonia o governo de seus países em meio à ruína do ultraliberalismo, a crise do liberalismo político e da crise da globalização imperialista”. Walter ressalta que este cenário ocorre no quadro de um mundo em transição, “rumo a uma ordem multipolar e regida no âmbito do multilateralismo” o que abre espaço para uma maior autonomia de Estados nacionais de países em desenvolvimento. “É uma evidência que o neoliberalismo não tem futuro, só o socialismo pode assegurar, em última instância, a verdadeira independência nacional”. Assista.

O que você achou desta matéria?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.