Uma semana de reforço da solidariedade a Cuba contra o bloqueio


Este domingo (6) marca um dia mundial contra o bloqueio econômico, comercial e financeiro a Cuba, com iniciativas nas redes sociais em diversos países, inclusive nos Estados Unidos e na Europa. No Brasil, o domingo traz o encerramento da 25ª Convenção Nacional de Solidariedade a Cuba, em que o Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos e Luta pela Paz (Cebrapaz) participou ativamente junto a outras entidades populares. As iniciativas têm em comum a denúncia do bloqueio imposto contra Cuba há mais de seis décadas.

Estima-se que o bloqueio já tenha gerado um prejuízo de US$ 114 bilhões (cerca de R$ 570 bilhões) ao povo cubano. Notando o aumento das manifestações de apoio a Cuba, em meio aos protestos realizados em abril em diversos países, o presidente cubano Miguel Díaz Canel os considerou “uma onda imparável. Hoje são milhares, amanhã serão milhões. Não há crime que dure 100 anos, nem povo soberano que aceite submeter-se”.

Desde 1992, a Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) já adotou resoluções pelo fim do cerco criminoso e devastador à ilha cubana em 28 ocasiões, lembra o portal Prensa Latina. Mesmo assim, o bloqueio foi intensificado pela administração de Donald Trump (2017-2021) com mais de 240 medidas até o momento mantidas por seu sucessor, Joe Biden, nota o site.

Promotores do Dia Mundial contra o Bloqueio Econômico citados pelo portal convidaram associações solidárias, sindicatos, forças políticas, parlamentares e intelectuais de todo o planeta a inundar as redes sociais às vésperas da próxima sessão da Assembleia Geral a discutir a resolução, denunciando a “política de asfixia” ditada pelo imperialismo estadunidense contra Cuba, com mobilizações de rua também neste sábado (5) e domingo (6).

José Antonio Toledo, um dos coordenadores da plataforma Europa por Cuba, falou à Prensa Latina da importância de envolver todos os setores possíveis na demanda. Toledo também destacou o convite para diversificar as atividades de repúdio global ao cerco, mencionando o pedido a intelectuais dos cinco continentes para que assinem uma petição pelo fim imediato e incondicional do bloqueio, já assinada por cerca de 200 personalidades.

Prensa Latina destaca ainda que nos últimos meses multiplicaram-se as campanhas para exigir o fim do bloqueio, como a organizada em 27 e 28 de março pela Europa por Cuba, as caravanas Pontes do Amor organizadas nos Estados Unidos pelo professor cubano-americano Carlos Lazo, e a iniciativa Unblock Cuba promovida na Alemanha e com repercussão nos países europeus.

25ª Convenção Nacional de Solidariedade a Cuba no Brasil

No Brasil, entidades populares e partidos celebraram a 25ª Convenção Nacional de Solidariedade a Cuba, de 3 a 6 de junho. Organizado, nesta edição, pela Associação Cultural José Martí da Paraíba (ACJM-PB), o evento decorreu online.

Uma vasta programação e painéis diversos discutiram as consequências do bloqueio a Cuba, com avogados e jornalistas brasileiros e cubanos e a presidente da Frente Parlamentar Brasil-Cuba, deputada Lídice da Mata; os trabalhos das brigadas de solidariedade, com brasileiros e cubanos no Instituto Cubano de Amizade com os Povos (ICAP); as questões econômicas e o sistema de saúde de Cuba; a participação da mulher cubana e a juventude no processo revolucionário; os 60 anos da Revolução Cubana; o movimento brasileiro de solidariedade a Cuba; e as propostas para próxima edição do encontro.

Participaram das mesas a presidenta do Conselho Mundial da Paz, Socorro Gomes, e a diretora do Cebrapaz na Bahia, Maria Ivone Souza. O evento contou também com atividades culturais e a adoção de moções de apoio à luta do povo cubano, em defesa da soberania e pelo avanço da Revolução.

O que você achou desta matéria?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.