Militância do PCdoB participa dos atos contra Bolsonaro em todo o país


A militância do Partido Comunista do Brasil (PCdoB) respondeu bravamente ao chamado do Partido para participar dos atos realizados por todo o Brasil contra Bolsonaro e o seu governo genocida. Estão previstas manifestações em cerca de 314 cidades, no Brasil e no exterior.

Mais uma vez, no terceiro protesto deste ano, os comunistas foram as ruas neste sábado (3), Dia Nacional de Lutas, juntamente com as entidades que compõem as organizações das lutas populares da Campanha Nacional Fora Bolsonaro.

Para o PCdoB, “a bandeira do impeachment ganha força, atualidade e pode mobilizar milhões de brasileiros e brasileiras nesta verdadeira jornada de salvação nacional”, apontou a circular de convocação da militância.

Pernambuco

A manifestação no Recife (PE) contou com a participação de milhares de pessoas. A concentração começou por volta das 9 horas na Praça do Derby, de onde saíram em caminhada, em direção à Ponte Duarte Coelho por volta das 11 horas.

No trajeto, na Avenida Conde da Boa Vista foi possível ver a dimensão da passeata. Com o lema “máscara no rosto, álcool nas mãos e disposição de luta no peito”, entidades sociais e partidos, como o PCdoB estiveram presentes em um protesto pacífico e ordeiro.

Foto: Priscilla Aguiar/G1

O líder do PCdoB na Câmara dos Deputados, Renildo Calheiros participou da manifestação nas ruas de Recife. As fotos abaixo são de Pedro Caldas, do PCdoB Recife e Ellen Lacerda (@ellen_lacerda64).

Renildo Calheiros considerou bastante exitosa a manifestação em Recife. “Aqui uma multidão de pernambucanos se juntaram para dizer que o povo brasileiro quer empregos, quer vacinas e quer o Fora Bolsonaro. Que o país não aguenta mais tanto desmando, não aguenta tanto descaso. São mais meio milhão de brasileiros que morreram de Covid-19 e o governo trata com descaso e com irresponsabilidade”, disse em vídeo.

Para o parlamentar pernambucano, o movimento fora Bolsonaro está em ascensão e tendência é aumentar a adesão. “O povo brasileiro retomando as ruas cada vez mais. Para afastar da presidência um presidente que não corresponde as necessidades que o país tem”, afirmou.

“Nós estamos apenas começando, esse movimento vai se multiplicar, vai se ampliar. O Brasil vai encontrar o rumo do desenvolvimento e da oportunidade das pessoas. Viva o Brasil e fora Bolsonaro!”, considerou Renildo.

Nos carros de som, os organizadores repetiam a todo o momento para que as pessoas mantivessem o distanciamento social. Confira também as imagens de Ellen Lacerda (@ellen_lacerda64):

Ainda no Recife, a vereadora e poetisa pernambucana Cida Pedrosa (foto abaixo) participou com a militância da manifestação nas ruas na manhã deste sábado (3).

#3JForaBolsonaro #3JPovoNasRuas

Seguindo as orientações dos órgão de saúde, a manifestação seguiu, com distanciamento social, por toda a manhã pelas ruas da capital pernambucana.

Santa Catarina

Com a mesma disposição, a vereadora do PCdoB de Chapecó, em Santa Catarina, Carol Listone agasalhou o seu bebê e fez uma fala contundente no terceiro ato Fora Bolsonaro. Com apenas 23 anos, Carol é estudante, atua nos movimentos estudantis e sociais, sendo presidenta da União Nacional LGBT de Chapecó e diretora de gênero da União Catarinense dos Estudantes.

Em Chapecó, a concentração dos manifestantes ocorreu às 9 horas, em frente a Catedral. Em Santa Catarina estão marcadas cerca de 18 cidades, incluindo a capital, Florianópolis.

Confira o vídeo:

Pará

Em Belém, os manifestantes iniciaram a concentração às 8h na praça da República, partindo em caminhada pela avenida Assis de Vasconcelos. O fim da passeata aconteceu na praça do Relógio.

Representando o PCdoB na passeata, a ex-governadora do Pará e ex-prefeita de Belém, Ana Júlia Carepa fez uma fala contra o governo Bolsonaro. Mais imagens no Instagram:

Goiás

16 cidades goianas marcaram atos ao longo do dia nacional de luta neste sábado (3). Na capital, Goiânia, a concentração começou cedo, na Praça Cívica. Os manifestantes saíram em passeata pelas ruas do centro da cidade, pedindo pelo impeachment de Bolsonaro. A dispersão ocorreu por volta de 12 horas, na Praça do Trabalhador:

Rio de Janeiro

Centenas de manifestantes se concentram na manhã deste sábado (3) no Monumento Zumbi dos Palmares, na Avenida Presidente Vargas, região central do Rio de Janeiro (RJ).

Representando o PCdoB, a deputada federal Jandira Feghali e os vereadores Walkiria, de Niterói e Romário Regis de São Gonçalo estão presentes, além de dirigentes e militantes comunistas, lideranças sindicais e dos movimentos sociais.

Deputada Jandira presente na manifestação:

Em suas redes sociais, a deputada postou: “Assim termina mais um ato #forabolsonaro no Rio de Janeiro, a [Avenida] Presidente Vargas continua completamente tomada, foram milhares de pessoas e cada dia será mais, BOLSONARO VAI CAIR . — em Igreja de Nossa Senhora da Candelária

Foto: @pedhenrocha

São Paulo

Pelo menos 27 cidades marcaram atos que ocorrem ao longo deste sábado (3). Em várias cidades, manifestantes carregavam faixas e cartazes contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e em defesa da vacinação contra a Covid.

Em Campinas, logo pela manhã o vereador Gustavo Petta (PCdoB), se encontrava na Praça do Rosário. “Já estamos aqui. Vai ser a maior manifestação #forabolsonaro já feita. Com o povo na rua ele vai cair.”, escreveu em suas redes sociais.

Foto: Henrique Brasão

O secretário Sindical do PCdoB Campinas, Carlos Artioli, também esteve presente. “Diante dessa crise sanitária de negacionismo, que já vitimou 520 mil pessoas nesse país, diante da negativa de distribuir mais vacinas para o povo, diante do tamanho do desemprego de 15 milhões de trabalhadores, agora surge um outro momento: um momento da corrupção no governo Bolsonaro. É preciso ir às ruas”, escreveu em suas redes sociais.

Carlos Artioli – Imagem extraída de vídeo

Em Araraquara, cerca de 200 pessoas, segundo estimava da Guarda Municipal, se reuniram em uma passeata pelas ruas centrais da cidade. O ato percorreu as principais ruas da região central pedindo a saído do presidente Jair Bolsonaro e agilidade na vacinação.

Em São José dos Campos, o protesto teve início na praça Afonso Pena e percorreu ruas do centro da cidade.

Em Cubatão, militantes se reuniram às 10 horas no Parque Anilinas.

Em Santos, litoral paulista, o ato “Fora Bolsonaro Corrupto!” teve concentração na Estação da Cidadania, às 16h, e seguiu em passeata até a Praça das Bandeiras, no Gonzaga. O ato foi convocado por movimentos sociais e centrais sindicais e também contou com a presença de representantes do partido.

Fotos: Reprodução Instagram/PCdoB Santos

Foto: Rodrigo Nardelli/Santos

Piauí

Em Teresina (PI), a militância comunista compareceu em peso no Ato Fora Bolsonaro! A concentração ocorreu pela manhã, na Praça Rio Branco, em frente a Igreja São Benedito.

As imagens do PCdoB do Piauí são de Lívia Beatriz e Corina Rodrigues.

Fotos: @korinarodrs

Fotos: Lívia Beatriz

Estiveram presentes na manifestação, o presidente estadual do PCdoB-Piauí, José Carvalho Rufino (foto acima); Elton Arruda, presidente da CTB; Isadora Cortez, jornalista e da direção nacional da UJS; Rodrigo Maxuel, presidente da UJS/PI; Helbert Maciel, coordenador da ADJC/PI; Antônio Araújo, presidente da Federação de Bairros do Piauí; Conceição Mendes, da UBM; Bernardo Blanche, presidente da APG/PI.

Confira o vídeo

BahiaEm Salvador e mais 12 cidades baianas realizaram atos contra Bolsonaro neste sábado (3), grande cidades do estado, como Feira de Santana, Vitória da Conquista, Camaçari e Juazeiro. Na capital, a militância do PCdoB comparece na tarde deste 3J. O ato teve início à tarde. A concentração foi na praça do Campo Grande e a passeata andou em direção à Barra. As informações são do PCdoB-Bahia.

A deputada federal Alice Portugal (PCdoB-BA) esteve presente na manifestação e destacou que os escândalos de corrupção no governo Bolsonaro representam novas provas da existência de um crime de genocídio em curso no Brasil, por isso a necessidade da abertura urgente de um processo de impeachment contra Bolsonaro.

“Estão aqui pessoas com partido e sem partido, as entidades do movimento social, do movimento estudantil, lutando para que o Brasil volte para o trilho da democracia. Vacinas não foram compradas, mas a Covaxin foi acelerada para a propina. O genocídio está provado, não tem por que esperar. É impeachment já! Fora Bolsonaro!”, afirmou a parlamentar do PCdoB.

Alice Portugal postou imagem nas redes sociais com os dizeres: “Estamos nas ruas, unidos, mas distanciados! Juntando forças, nos protegendo e construindo um futuro melhor para o país! A nossa luta é por democracia, ciência, vacina no braço e comida no prato!”, publicou.

Na ocasião, o deputado federal Daniel Almeida (PCdoB-BA), cobrou do presidente da Câmara Federal, Arthur Lira, a abertura do processo de impeachment, pois, segundo Daniel, sobram motivos e condições. Até agora, mais de 120 pedidos de impedimento do presidente aguardam uma decisão, inclusive o superpedido, apresentado por diversos partidos e entidades, na última quarta-feira (30), destacou.

“O povo está nas ruas. O Congresso precisa abrir o processo de impeachment de Bolsonaro. Não há mais desculpa: há questões técnicas que justificam, há povo na rua e há obrigação institucional do Congresso, por meio da Câmara dos Deputados, abrir o processo de impeachment. Ou a gente afasta Bolsonaro ou ele destrói o país”, defendeu Daniel Almeida.

Em sua conta no Instagram, o deputado postou uma foto com os dizeres: “Na rua, ao lado do povo, pelo #ForaBolsonaro. Um propineiro, corrupto, que usou a vacina para roubar do povo brasileiro. Dizemos não a esse genocida! Vai cair!”

A deputada estadual baiana Olívia Santana também integrou o time do PCdoB que foi às ruas de Salvador e reforçou o coro pela saída de Bolsonaro da presidência da República, o que, para ela, representa uma possibilidade de reconstrução do futuro, ameaçado pelo atual governo. “Estamos na luta por um Brasil melhor”, disse. No Instagram a deputada publicou imagens da militância pelas ruas de Salvador. “Nas ruas de Salvador soltando o grito que estava preso na garganta: #forabolsonarocorrupto”, postou.

Minas GeraisO sábado (3) já começou com lutas por todo o estado de Minas Gerais e foram registrados atos em, pelo menos, 35 cidades. Na capital, Belo Horizonte, a concentração aconteceu às 14 horas, na Praça da Liberdade. Com o mote “Vacina no braço, comida no prato” e pelo impeachment de Bolsonaro, o protesto é organizado por diversas entidades.

 Foto: Reprodução/FacebookEm Varginha, o PCdoB está ao lado do povo e a militância esteve concentrada desde às 10 horas na Praça do ET e depois saíram em passeata pela Avenida Rio Branco.

 A cidade histórica de Ouro Preto se juntou à luta e os manifestantes se reuniram às 9h30, no Terminal Turístico do Veloso para uma passeata.

  Em Governador Valadares, os manifestantes se concentraram no Mercado Municipal pela manhã e depois saíram em passeada pelas ruas da cidade.

 O ato em Pouso Alegre foi realizado na praça Senador José Bento, em frente a Catedral. Manifestantes se concentraram na praça às 10 horas.

Espírito Santo

O PCdoB capixaba também comparece com sua militância no 3J na tarde deste sábado (3). A concentração começou por volta das 14 horas em frente ao Teatro da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES).

O dirigente do PCdoB-ES, Cláudio Machado gravou vídeo na concentração considerando que a manifestação será maior do que as duas últimas. “Início da concentração para o 3J fora Bolsonaro. Essa vai ser maior que as outras, essa vai ser gigante, PCdoB firme na luta. Fora Bolsonaro!”, disse. Segundo ele, “o povo nas ruas deterá o avanço do fascismo no Brasil. Venceremos!!!”.

Participam ainda da manifestação, pela direção estadual do PCdoB-ES, Ronaldo Barboza e Namy Chequer, entre vários e várias outras militantes.

Rio Grande do Sul

Em Porto Alegre, o ato teve início na tarde deste sábado (3). A concentração acontece no Largo jornalista Glênio Peres, no centro da capital gaúcha. De lá, a ex-deputada do PCdoB, Manuela d’Ávila participou do ato, juntamente com a militância comunista.

No carro de som, a liderança gaúcha fez um discurso incisivo contra Bolsonaro e salientou a necessidade de honrar a memória das milhares de pessoas que morreram na pandemia. “Nós somos a vida, eles são a morte, nós somos a liberdade e a democracia, eles são o culto a tortura e a barbárie. E é por isso, que tomaremos as ruas de nossa cidade, com todas as cores, para derrotar Bolsonaro. Queremos impeachment já!, disse Manuela.

A liderança saudou os manifestantes em luta. “Veja a nossa juventude com sua convicção, veja a geração de 1968 com a vida dedicada à justiça e à liberdade. E nós todos temos um compromisso, sermos a memória dos que se foram, são 520 mil brasileiros e brasileiras, são pais, são mães, são avós, são filhos. Nós contaremos essa história derrotando o genocida, derrotando o bandido, derrotando aquele que trocou a vida dos nossos amores por 1 dólar”.

“Queremos honrar a memória dos que se foram e construir um Brasil de liberdade, de justiça social. Boa luta! Às ruas! completou Manuela.

Confira o vídeo de @luhfritzen abaixo:

Mato Grosso do Sul

Em Campo Grande, os grupos se reuniram por volta de 9h na Praça da Rádio e saíram em carreata pela Avenida Afonso Pena , no centro da capital. Segundo os organizadores 5 mil pessoas estiveram presentes.

A presidenta do PCdoB-MS, Iara Gutierrez Cuellar, também esteve presente. “Belo sábado de sol e a gente novamente sai às ruas para dizer que o genocida vai cair!”, escreveu Iara em suas redes sociais.

Em sua fala durante o ato, Mário Fonseca, dirigente do partido, disse que não é apenas uma questão de esquerda ou direita e, sim, de defesa da vida contra a morte. “Nós temos que dizer em alto e bom som que esse governo, além de assassino, é corrupto.”  Veja completo aqui.

Distrito Federal

Foto: Fernanda F. Bispo

Em Brasília, a concentração teve início às 16 horas na Biblioteca Nacional. O PCdoB armou tenda para receber a militância e compartilhar bandeiras. No fim da tarde, os manifestantes seguiram em passeata pela Esplanada dos Ministérios, rumo ao Congresso Nacional.

São Paulo – SP

A manifestação na capital paulista teve início por volta das 15 horas, a concentração foi chamada para o vão livre do Masp. Porém, uma hora depois, a Paulista estava toda tomada. Um mar de gente com cartazes, balões e gritos ecoavam pela avenida. No carro de som, inúmeras lideranças, políticas e sociais se revezavam em suas falas. Uma enorme faixa foi aberta ao longo da via.

No vídeo é possível ter uma pequena dimensão da quantidade de pessoas que compareceram na Paulista contra o governo Bolsonaro neste sábado (3).

Vídeo

O deputado federal, Orlando Silva (PCdoB-SP) também participou do ato e falou da importância das manifestações. “O ato de hoje é um dia importantíssimo para luta contra o governo corrupto e genocida de Bolsonaro. Continuamos na luta”.

Foto: Yuri Salvador

No carro de som, Orlando disse: “Não podemos esperar 2022 para tirar o Bolsonaro do poder. O Brasil não aguenta mais. E nessa luta pelo ‘fora Bolsonaro’ tem que caber todo mundo que é contra esse presidente. Porque o que a CPI mostra é que, além de genocida, ele é ladrão”, disse ele.

Foto: Yuri Salvador

A secretária de Comunicação do PCdoB de São Paulo, Renata Rosa também falou aos manifestantes.

Foto: Yuri Salvador

O PCdoB teve uma grande participação. A militância compareceu em peso. Como já virou tradição, a avenida paulista fechou as manifestações em todo o país.

3J

Foto: Yuri Salvador

Os organizadores comemoram o grande êxito dos atos realizados pelo Brasil neste sábado (3). Ato este que estava marcado para 23 de julho, mas que foi adiantado por causa dos escândalos de corrupção e propina na compra de vacinas durante a gestão Bolsonaro e também com a apresentação do superpedido de impeachment de Bolsonaro entregue na Câmara dos Deputados na última quarta-feira (30/6).

Este é o terceiro ato nacional contra o governo Bolsonaro ocorrido em menos de três meses. Os outros ocorreram em 29 de maio e 19 de junho deste ano.

Matéria postada às 12h30

Matéria atualizada às 14h05

Matéria atualizada às 15h20

Matéria atualizada às 16h38

Matéria atualizada às 17h19

Matéria atualizada às 18h19

Matéria atualizada às 19h02

Matéria atualizada às 20h01

… para acréscimo de informações.

Por Eliz Brandão e Bárbara Luzan

Do Portal PCdoB

O que você achou desta matéria?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.