Renildo: Constituição assegura liberdade de organização partidária


O líder do PCdoB na Câmara, deputado federal Renildo Calheiros (PE), reafirmou a importância das federações para o fortalecimento da democracia e do princípio constitucional da liberdade de organização partidária em entrevista ao programa de rádio Manhã Clube, do Diário de Pernambuco, divulgado em suas redes sociais nesta segunda-feira (12).

“A federação permite que partidos se juntem em torno de um programa comum, que é o que precisamos no Brasil”, declarou Renildo. O parlamentar salientou que “ninguém no Brasil ganha eleição sozinho, nem governa sozinho, você necessita das frentes políticas. Temos defendido que as frentes tomem mais como referência os programas que os partidos defendem. E uma federação constrói um programa comum entre os partidos que se federarem”.

Renildo destacou ainda que o sistema de federação “permite o enxugamento do quadro partidário, mas de maneira democrática, sem que você tenha uma lei autoritária que imponha restrições ao partido”, como ocorre hoje com a cláusula de barreira. “A Constituição brasileira assegura a liberdade de organização partidária e esse princípio constitucional, que é democrático, precisa ser preservado”.

Conforme reunião entre líderes de partidos e o presidente da Câmara, deputado Arthur Lira (PP-AL), a federação poderá ser votada no dia 4 de agosto, se houver recesso. Caso não haja, a apreciação poderá ser adiantada.

Por Priscila Lobregatte

1 comentário

O que você achou desta matéria?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.