PCdoB do Amazonas recebe filiação da Bancada das Manas


O Partido Comunista do Brasil do Amazonas (PCdoB-AM) filiou neste sábado (30) três jovens lideranças do movimento de mulheres no estado. A ativista e produtora cultural Michele Andrews, a líder comunitária Patricia Andrade e a ativista materna Alessandrine Silva formam a Bancada das Manas e chegam ao partido para fortalecer o projeto eleitoral para 2022. Em 2018, a candidatura coletiva da qual as três lideranças faziam parte recebeu quase 8 mil votos, mas não conseguiu o mandato.

A secretária nacional de Mulheres do PCdoB, Vanessa Grazziotin, ex-senadora, esteve presente à atividade, que aconteceu de forma presencial no bairro São Raimundo, em Manaus (AM). A presidenta do PCdoB, Luciana Santos, vice-governadora de Pernambuco, enviou mensagem de vídeo com boas-vindas à Bancada. A deputada federal Jandira Feghali (PCdoB-RJ) também saudou em vídeo a chegada das lideranças.

“O nosso partido se pauta pela unidade política de ação, pelo debate de ideias e pela combatividade. É por isso que quanto mais pessoas puderem engrossar essa fileira de gente que tem se colocado à disposição da luta do povo brasileiro serão muito bem-vindos e bem-vindas”, afirmou Luciana Santos.

A dirigente disse que o PCdoB do Amazonas está colocando em prática as resoluções do 15º Congresso Nacional, realizado em outubro. “Está fazendo jus à tradição de termos um partido forte no Amazonas”, acrescentou. De acordo com Luciana, as novas lideranças “agregarão muito valor a nossa luta e ao nosso PCdoB do Amazonas”.

As ruas do bairro estavam enfeitadas para o evento de filiação. “Lembra um clima de festa, de São João, de Copa do Mundo. A vida é muito difícil por isso mesmo nós temos que levar a vida e trabalhar e lutar com muita alegria”, afirmou Vanessa. A secretária disse que este espírito do evento contrasta com a tristeza que tem sido ir ao supermercado, ir a um posto de gasolina ou procurar um serviço em uma unidade de saúde e se deparar com preços elevados e desmonte do serviço público. “É tudo muito difícil. Está uma tristeza”, completou.

“A política que tem sido muito difícil pra o nosso povo e pra nossa gente. Nesses últimos anos as pessoas estão empobrecendo. Nesses últimos anos, nós mulheres, estamos com mais dificuldades”, ressaltou Vanessa. Segundo a dirigente, o apoio popular que a candidatura coletiva “das meninas” obteve se deve ao comprometimento “com a luta das mulheres, com a luta da comunidade e da cidade”. “Pra gente vai ser uma alegria muito grande caminhar juntas”, disse Vanessa.

Michelle Andrews agradeceu a Vanessa e ao dirigente Eron Bezerra, presidente do PCdoB do Amazonas, que também participou do ato de filiação. “Quero agradecer muito Eron e Vanessa por aceitarem essa inovação, essa disputa, esse desafio que a gente não sabe onde vai dar mas a gente sabe que vai transformar e vai fazer política e não politicagem”, afirmou a produtora cultural.

“Nós somos de esquerda. Nós estamos em um partido que vai fazer cem anos no ano que vem. Tem representatividade, tem gente na Câmara Municipal também e a gente vai conseguir o nosso cargo em 2022 com muita luta, com o apoio de vocês com nosso apoio coletivo”, concluiu Michelle.

Por Railídia Carvalho

O que você achou desta matéria?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.