Luciana: Vetor de força e esperança de Lula é seu legado

em

Vermelho

A esquerda bem informada

SIGA-NOS NAS REDESPOLÍTICA

Luciana: Vetor de força e esperança de Lula é seu legado

Presidenta nacional do PCdoB , Luciana Santos, destaca a importância da amplitude de forças reunidas em torno da pré-candidatura de Lula, simbolizada pela presença de Geraldo Alckmin (PSB).por Cezar Xavier

Luciana Santos (à esquerda), ao lado de Janja, Lula, Gleisi Hoffmann e Carlos Siqueira. (foto de Karla Boughoff)

O portal Vermelho falou com a presidenta nacional do PCdoB, a vice-governadora de Pernambuco, Luciana Santos, assim que ela saía com Lula do palco do Ato Vamos Juntos pelo Brasil, encerrado no início da tarde deste sábado (7). Ela expressou o sentimento de emoção que todos carregaram consigo assistindo ao discurso do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Para ela, foi um ato de entusiasmo, muita alegria, muito emocionante, frases repetidas pela maioria das lideranças entrevistadas após o lançamento da pré-candidatura presidencial de Lula. “Mais do que nunca essa campanha vai pegar pela emoção, porque o Brasil precisa voltar a ter esperança”, declarou ela.

Ela apontou a situação crítica do país neste fim de governo Bolsonaro, a “vergonhosa situação do mapa da fome”, da inflação. “Lula leva essa esperança, especialmente pelo legado. Esse é o principal vetor de força: ele se compromete com algo que ele já fez pelo Brasil. Isso é de onde vem a força de sua popularidade”, analisou a dirigente partidária.

Geraldo Alckmin

Luciana também apontou a importância de Geraldo Alckmin compor a chapa, e discursar no evento alinhado com os anseios das forças progressistas por mais democracia. Ela lembrou que Alckmin representa e simboliza um período, no Brasil, de duas forças políticas que se antagonizaram, que disputaram como adversários.

“Mas são forças políticas que entendem que as diferenças e divergências que tinham, estão hoje diante de uma necessidade maior que é defender a democracia, resgatar o Brasil, fazer um pacto pelo desenvolvimento. Tem um simbolismo muito forte. É o reconhecimento de uma situação de irracionalidade que estamos vivendo, de grandes retrocessos”, sintetizou.

Ela se mostrou entusiasmada com a amplitude de forças em torno da pré-candidatura, embora considera que é possível ampliar mais. “O PCdoB sempre definiu que a centralidade da tática eleitoral era a constituição de frente ampla. Acho que lula conseguiu um grande feito nessa primeira fase, que é coesionar as forças do nosso campo, com exceção do PDT”, disse ela, sobre o ato que unificou PT, PSB, PCdoB, PSol, PV, Solidariedade e Rede Sustentabilidade, assim como sete centrais sindicais.

Mas, como várias outras lideranças, Luciana apontou a necessidade de buscar ainda mais amplitude dessa frente para seguir adiante e derrotar Bolsonaro. “Na prática, isso já esta acontecendo em vários estados”, sinaliza ela, “mesmo que os partidos não tenham vindo formalmente para as alianças”. “Várias lideranças, de vários partidos já estão na campanha de Lula. Isso tem um peso importante na direção da amplitude”, concluiu ela.

O que você achou desta matéria?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.