PCdoB repudia violência contra Manuela e exige punição do agressor


O Partido Comunista do Brasil (PCdoB), através de suas direções nacional e estadual do Rio Grande do Sul, emitiu duas notas em solidariedade à vice-presidenta nacional da legenda, Manuela d’Ávila, e de repúdio à violência política de gênero, após novos ataques sofridos por ela e sua família pelas redes sociais nesta segunda-feira (1º). O partido também pediu a responsabilização do agressor.

Além de xingamentos, o autor ameaça de maneira sórdida Manuela, sua filha e sua mãe e também menciona Lula.

“Ser uma mulher pública no Brasil é ser amaçada permanente. É escolher um lugar para o medo, outro para a coragem, outro lugar pro fingir ignorar. Ser mulher pública é conviver com a ameaça de estupro como correção pela coragem, com a ameaça de morte como silenciador. Ser mulher pública é ouvir de muitos que não aguentariam nem metade, que tá tudo bem, que é assim mesmo. Como se fosse o preço a pagar por estar num lugar que não é o nosso, que não é pra nós. Essa é mais uma das ameaças que eu, minha filha e também minha mãe sofremos”, comentou Manuela, pelas redes, em referência aos ataques.

Na nota, a direção nacional destaca que “receber de forma reiterada ameaças contra si, mas também contra sua filha e sua mãe é algo abominável. Todas as pessoas, independentemente da sua posição política e ideológica, deveriam manifestar sua indignação, e as instituições do Estado deveriam atuar para coibir essa forma vil de violência”.

O PCdoB-RS salienta: “Denunciamos constantemente a misoginia e violência às mulheres públicas no Brasil, como as dirigidas reiteradamente contra Manuela. Exigimos que as autoridades tomem as providências para garantir que cessem as ameaças e que os criminosos sejam punidos”.

Leia abaixo as notas da direção nacional e estadual do PCdoB

O Partido Comunista do Brasil manifesta a mais irrestrita solidariedade à sua vice-presidenta nacional Manuela D’Ávila e à sua família por mais um ataque infame e sórdido que sofreram nesta segunda-feira, 1º de agosto.

A violência política é inadmissível em uma sociedade que se afirma democrática. O debate de ideias deve acolher as divergências e as suas manifestações de forma respeitosa.

Receber de forma reiterada ameaças contra si, mas também contra sua filha e sua mãe é algo abominável. Todas as pessoas, independentemente da sua posição política e ideológica, deveriam manifestar sua indignação, e as instituições do Estado deveriam atuar para coibir essa forma vil de violência.

O PCdoB reafirma sua luta cotidiana pelo fim da violência política; principalmente a violência política de gênero, que têm crescido no país estimulada pela misoginia de governantes que atacam mulheres com papel de destaque político, sem qualquer tipo de responsabilização.

Exigimos das instituições do Estado brasileiro que atuem para responsabilizar o autor das ameaças contra Manuela.

#ForçaManu

Partido Comunista do Brasil
01/08/2022

___

A Direção Estadual do PCdoB/RS vem a público manifestar sua total solidariedade à Manuela d’Ávila que tem sofrido constantes ataques a si e a sua família de forma infame e perversa.

Em um mundo civilizado, livre da barbárie, criminosos deste tipo estariam presos respondendo por seus crimes.

Denunciamos constantemente a misoginia e violência às mulheres públicas no Brasil, como as dirigidas reiteradamente contra Manuela.

Exigimos que as autoridades tomem as providências para garantir que cessem as ameaças e que os criminosos sejam punidos.

À Manuela e sua família nosso total apoio.

Conclamamos a militância democrática e civilizada a defendê-la de tais ameaças.

Fascistas, machistas, não passarão!

Direção Estadual do PCdoB/RS

01/08/2022

Leia aqui os ataques sofridos por Manuela

Por Priscila Lobregatte

O que você achou desta matéria?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.