Ódio de Bolsonaro ao povo nordestino continua causando indignação


As redes sociais e a campanha de Lula não estão deixando barato o ódio destilado por Bolsonaro contra o povo nordestino. O presidente preconceituoso causou indignação ao atribuir sua pífia votação na região ao analfabetismo. O ex-presidente foi rápido na resposta: “Quem tiver uma gota de sangue nordestino não pode votar nesse negacionista monstro que governa esse país”.

“Os nordestinos estão em todo o Brasil, trabalham e constroem esse país. Que Bolsonaro busque o voto da turma da rachadinha do (Fabrício) Queiroz”, prosseguiu Lula durante campanha em São Paulo, onde será comemorado, neste sábado (8), o Dia do Nordestino. O estado homenageia o papel desempenhado pelos migrantes nordestinos e seus descendentes no desenvolvimento local.

A campanha de Lula destacou que não é a primeira vez que Bolsonaro ofende o nordestino. O vocabulário dele é vasto: “Cabra da peste, pau de arara, arataca, cabeçudo. Ó o seu almoço aqui, ó. Cheio de pau de arara aqui e não sabe em que cidade fica o Padre Cícero, pô? Coisa boa do Maranhão é o presídio de Pedrinhas”.

E continua: “O voto do idiota, o voto do idiota é comprado com Bolsa Família. Se você for no Nordeste, você não consegue uma pessoa para trabalhar na tua casa. Você vê meninas no Nordeste, batem a mão na barriga, grávidas, e falam o seguinte. Esse aqui vai ser uma geladeira, esse aqui vai ser uma máquina de lavar, e não querem trabalhar. Aqui, ó!”

Nas redes sociais, a cantora Alcione fez uma advertência ao presidente: “O senhor precisa ter medo do pensamento, o pensamento é uma força. Pense em mais de 30 milhões de Nordestinos pensando contra o senhor. Isso não é bom”.

Repercussão

No parlamento a indignação não foi diferente. “Foram dias de ataques xenófobos ao Nordeste devido os resultados das eleições e o que o presidente do Brasil fez? Potencializou a discussão, chamando o povo dessa importante região de analfabeto. Foram quatro anos assim: governando apenas para quem bate palmas para suas violências”, observou o deputado Daniel Almeida (PCdoB-BA).

“Bolsonaro mais uma vez agride o povo nordestino. Terá de todos nós a devida resposta nas urnas no próximo dia 30. E tenho certeza que nosso povo tem a solidariedade de todos os brasileiros e brasileiras verdadeiramente de bem”, criticou o deputado Márcio Jerry (PCdoB-MA).

A líder do PSOL na Câmara, deputada Sâmia Bomfim (SP), considerou uma fala cruel. “Sou neta de baianos e cearenses, pessoas muito inteligentes, que vieram pra SP, passaram todo tipo de dificuldade e trabalharam muito. Pessoas dignas e honradas, diferente desse ser desumano que hoje governa o país. Sangue nordestino na veia, vamos derrotar esse fascista”, escreveu no Twitter.

“Quem tem uma gota de sangue nordestino não pode votar num sujeito tão nefasto e preconceituoso como Bolsonaro. Os nordestinos estão em todo o Brasil, trabalham e constroem este país”, reagiu o senador Humberto Costa (PT-PE).

O deputado Marcelo Ramos (PSD-AM) mandou um recado: “Alguém avisa o Bolsonaro que chamou os nordestinos de analfabetos que das 10 notas 1000 na redação do ENEM 7 foram de nordestinos (fonte: INEP). Respeite o povo nordestino!”.

Publicidade

O que você achou desta matéria?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.